20 sonhos de consumo

595

Para comemorar os 20 anos de cobertura automobilística da MOTOR SHOW, selecionamos 20 carros que são objeto de desejo dos leitores (e nossos também, é claro). Esses carros não são baratos, mas aqui você encontrará modelos para bolsos de vários tamanhos. O mais acessível é o Fiat 500, um cult que começa em R$ 47.390. O mais caro também nasceu na Itália: é a Ferrari F12 Berlinetta, um sonho de R$ 2,9 milhões. Se você tem grana su ciente para comprar um desses carros, pode ir sem medo, pois terá um veículo diferenciado em sua garagem. Além da potência da versão topo de linha, destacada nas fotos de cada modelo, você pode conferir pelos conta-giros o fator emoção e o fator status dos 20 escolhidos. O ponteiro indica para as seguintes cores: vermelha (muito baixo), laranja (baixo), amarela (médio), verde-clara (alto) e verde-escura (muito alto). 

Aston Martin V8 Vantage

A aristocracia dos carros ingleses com mais um toque de esportividade. O Aston Martin V8 Vantage é puro encantamento. Basta conferir os dados de desempenho: motor V8 de 420 cv de potência. 0-100 km/h em 4,9 segundos. Velocidade máxima de 270 km/h. Além da versão Coupé, o Vantage pode ser encontrado na carroceria Roadster. Os mais potentes da gama são o Vantage S e o Vantage S Roadster, ambos equipados com bloco V8 de 430 cv – aqui, a brincadeira é mais séria, pois essas versões fazem de 0-100 km/h em 4,9 segundos e atingem 305 km/h. 

Audi RS 6 Avant

A perua mais rápida do mundo é para aqueles que fazem questão de um desempenho extremo, mas precisam de espaço para levar a família e as bagagens. O propulsor V8 4.0 do RS 6 Avant, de 560 cv de potência e 71,4 kgfm de torque, arremessa a perua de 0-100 km/h em baixíssimos 3,9 segundos. A diversão fica completa pelos “estouros” emitidos pelo escapamento durante as trocas de marchas. As grandes rodas de aro 21, vestidas com pneus 275/35, deixam à mostra os enormes discos de freios de cerâmica. Um carro de corrida, mas com traje familiar!

Volkswagen Golf GTI

Já faz tempo que a sigla GTI atiça os sonhos e a cobiça dos brasileiros. Desde o Gol GTI, o primeiro carro nacional com injeção eletrônica, essas três letrinhas têm um signi cado especial para os ávidos por desempenho. A linhagem do Golf GTI está no motor 2.0 com turbo e injeção direta da Volkswagen, que oferece 220 cv de potência. Para reger essa cavalaria, o câmbio é automatizado de dupla embreagem de seis marchas. Ele acelera de 0-100 km/h em 6,5 segundos e chega a 244 km/h de velocidade máxima. 

Porsche Cayman

Em uma lista destas não poderia car faltando 550 cv outro membro da dinastia Porsche. O Cayman é uma opção entre o 911 e o Boxster. O motor 6 cilindros Boxer (cilindros contrapostos) montado na posição central, nesta versão S, desempenha 325 cv e 37,7 kgfm de torque entre 4.500 e 5.800 rpm. O câmbio pode ser manual de seis marchas ou o automatizado PDK de sete. Quando equipado com este último, o Cayman acelera de 0-100 km/h em 4,9 segundos e faz velocidade máxima de 281 km/h. 

Audi TT

Lançado em 1998, o Audi TT continua seduzindo os consumidores. No Brasil, ele é vendido nas carrocerias Coupé e Roadster. O bloco 2.0 com turbo e injeção direta desenvolve 211 cv de potência e o câmbio S tronic tem seis marchas. A relação peso-potência do Audi é 6 kg/cv. Tanto na versão Coupé quanto na Roadster a tração é dianteira. Além disso, o TT tem fôlego para ir de 0-100 km/h em seis segundos (6,1 segundos no Roadster) e chegar aos 245 km/h de velocidade máxima (241 km/h no Roadster). 

Jaguar F-Type

Este Jaguar reúne luxo e desempenho impressionante. A versão Coupé R do Jaguar F-Type é sedutora tanto pelas suas linhas sexy quanto pelo seu ronco grosso e escandaloso. É de arrepiar a alma! Ele tem uma personalidade marcante, que exige juízo do motorista na hora de dirigi-lo. As reações são brutas e os mais de 500 cv de potência fazem o “Jag” rapidamente atingir velocidades impensáveis para as nossas ruas e estradas. O F-Type Coupé R é tão ou mais arrebatador quanto um F-Type Roadster V8S. 

Ferrari F12 Berlinetta

A Ferrari F12 Berlinetta substituiu o modelo 599 GTB Fiorano. O motor aspirado V12 6.2 com injeção direta está associado a um câmbio automatizado de sete marchas e entrega 740 cv de potência. O superesportivo acelera de 0-100 km/h em 3,1 segundos e de 0-200 km/h em 8,5 segundos. Na pista de Fiorano, circuito o cial da Ferrari, a máquina italiana cravou o tempo de 1min23s, ou seja, 3,5 segundos melhor que a 599 GTB (V12 de 620 cv) e 2,0 segundos mais  rápido que a Ferrari Enzo (V12 e 660 cv). 

Chevrolet Camaro

É bem verdade que a música “Camaro Amarelo”, da dupla Munhoz e Mariano, deu uma ajudazinha na popularidade do carro. Contudo, vamos ao que interessa. O bloco de 8 cilindros em “V” é construído de alumínio e, para economizar gasolina, traz o sistema de desativação de cilindros, que desliga quatro dos oito pistões em situações de condução branda. Toda essa potência é contida pelos freios Brembo, com discos de 35,5 cm de diâmetro na frente e de 36,5 cm atrás. As pinças usam seis pistões na dianteira e quatro na traseira. 

Mitsubishi Lancer Evo X

A cara de poucos amigos do Mitsubishi Lancer Evo X veio pelo para-choque dianteiro e capô com entrada de ar, extrator traseiro, aerofólio montado no porta-malas e rodas BBS de aro 18. Ele é um esportivo graças ao seu motor 2.0 turbo de 295 cv de potência e câmbio automático de seis marchas. A tração é 4×4. Domar o ímpeto do vo X é tarefa para os freios Brembo. O sedã tem três modos de condução: Normal, Sport e Super-Sport, que mudam os parâmetros do carro, além de um diferencial traseiro programável. 

Mercedes E 350 Cabrio

Toda a elegância dos automóveis Mercedes-Benz ca ainda mais evidente neste Classe E 350 Conversível. O carro tem lugar para quatro passageiros e é impulsionado pelo motor V6 3.5 de 306 cv de potência e 35,7 kgfm de torque, disponíveis de 2.400 a 5.000 rpm. O câmbio é o automático 7G-Tronic de sete marchas. A bela carroceria mede 4,69 m de comprimento e as linhas são evidenciadas pelas rodas de aro 17, vestidas com pneus de medida 235/45. Tanto a abertura quanto o fechamento do teto podem ser feitos rodando até 40 km/h. 

Jeep Wrangler Sport

O Jeep é um sonho de consumo para aqueles que gostam de aventuras. O Wrangler tem versões 2 ou 4 portas (Unlimited Sport). Em ambas, o motor é V6 3.6 de 284 cv de potência e o câmbio automático é de cinco marchas. A tração 4×4 permite driblar os atoleiros. Embora o Wrangler seja parrudo, ele transmite conforto, com ar-condicionado, coluna de direção ajustável e volante revestido de couro, entre outros. Também existe uma gama de acessórios, entre eles capas de estepe e para-choques tubulares. 

Range Rover Sport

O Range Rover Sport foi desenvolvido em parceria com a versão ultra luxuosa Vogue. Antes construído sobre a plataforma do Land Rover Discovery 4, o modelo passou a ter carroceria monobloco, totalmente de alumínio, que cooperou na diminuição de 420 kg no peso total. Mesmo com todo o requinte e o espaço interno oferecido, o RR encara as mais duras trilhas do fora de estrada, graças ao sistema Terrain Response 2. Ele consegue andar por quilômetros em rios com até 85 cm de profundidade.

Peugeot RCZ

De início, o Peugeot RCZ conquista pelas suas linhas angulosas. Por aqui, o esportivo é oferecido com motor 1.6 de 165 cv e transmissão automática de seis velocidades. Ao volante, o esportivo transmite boas respostas e rápidas trocas de marchas. As suspensões copiam bem o asfalto, além de garantir a estabilidade nas curvas. Para car perfeito, bem que poderia ser também vendido por aqui também na versão RCZ R. Esta última é equipada com motor 1.6 turbo de 270 cv e câmbio manual de seis marchas. 

Porsche 911

O Porsche 911 tem uma história escrita ao longo de 50 anos. Um mito. Para muitos, o 911 tem mais representatividade na indústria do que qualquer Ferrari já produzida. Vai da opinião de cada um. Este Turbo S impressiona pelos seus 560 cv de potência (a mesma do Audi RS 6) vindos do bloco 6 cilindros Boxer (cilindros contrapostos) montado na traseira. O aerofólio traseiro faz uma pressão aerodinâmica de 140 quilos para manter o carro colado no chão – importantíssimo, principalmente, quando o motorista estiver na velocidade máxima de 318 km/h. 

BMW X6

O BMW X6 tem um estilo ame-o ou deixo-o. Suas linhas são controversas, mas muitos o admiram. O “BM” tem motor 6 cilindros em linha de 306 cv associado a uma transmissão automática de oito  marchas. Entre os equipamentos de conforto e de conveniência, o X6 tem sensor de estacionamento traseiro e dianteiro, áudio Hi-Fi, teto solar, bancos com regulagem elétrica, assistente de farol alto, além de sistema de conectividade com internet e câmera com visão de 360° para auxiliar o motorista na hora de estacionar ou de manobrar.

Subaru Impreza WRX STI

Assim como a Mitsubishi, a Subaru coleciona histórico vencedor nas temporadas do Mundial de Rali (WRC). Pois bem. A nova geração do sedã Impreza WRX STI está mais arrebatadora que a anterior. Oferecida somente com carroceria sedã, esconde sob o capô um motor 4 cilindros boxer de 305 cv de potência – no WRX são 268 cv. O câmbio é manual de seis marchas e a tração é 4×4. O Impreza WRX STI tem distribuição de peso de 41% na frente e de 59% atrás. 

Maserati GranCabrio Sport

O Maserati GranCabrio foi apresentado no Salão de Frankfurt, Alemanha, em 2009. É o primeiro carro conversível de quatro lugares do fabricante italiano. Entre os seus concorrentes estão o Bentley Continental GTC, o Aston Martin DB9 Volante e o BMW Série 6 Cabrio. Seu motor aspirado V8 4.7 de 440 cv também é utilizado pelos modelos Quattroporte, Gran Turismo S e Alfa Romeo 8C Competizione. Esse bloco permite que o Maserati Gran- Cabrio Sport vá de 0-100 km/h em 5,3 segundos e chegue a 284 km/h de velocidade máxima. 

Mercedes SL 63 AMG

O Mercedes-Benz SL 63 AMG está um degrau acima do irmão menor SLK 55 AMG. Quer ver? Sob o enorme capô dessa quarta geração do modelo aparece um poderoso V8 5.5 biturbo de 564 cv de potência e 92 kgfm de torque – é maior até que os 65 kgfm do SLS AMG Coupé Black Series. Já o câmbio é um automático de sete marchas. A estrutura construída inteiramente de alumínio reduziu o peso em 140 quilos em relação ao modelo antecessor. Para abrir ou fechar a capota, o sistema precisa de apenas 19 segundos. 

Fiat 500

O Fiat 500 (Cinquecento, em italiano) apareceu em julho de 1957 e depois de 50 anos de seu lançamento, em 2007, a Fiat lançou esta releitura. Seu tamanho compacto proporciona uma facilidade nos deslocamentos e na hora de manobrar ou fazer balizas. O motor 1.4 Fire Evo é de 85 cv/88 cv (gasolina/etanol). Opcionalmente, está disponível o teto solar, além de um pacote com som premium da Alpine, piloto automático, volante em couro com controles de áudio e Blue&Me (com comandos de voz, entrada USB e Bluetooth).

VW Fusca

Ele abdicou do nome New Beetle para ser chamado pela designação utilizada em cada país onde foi vendido no passado. O Fusca é montado sobre a plataforma do VW Jetta, além de também compartilhar o câmbio automatizado, as suspensões, a direção e os freios. O motor 2.0 turbo oferece 211 cv de potência. Opcionalmente, o VW pode vir com teto solar panorâmico. Além disso, dependendo do pacote escolhido, ele ainda pode trazer sistema de som Fender, rodas de aro 18 e faróis bixenônio com iluminação diurna. 

 

 

blog comments powered by Disqus