Avaliação: Audi TTS Coupé

O Audi começa a ser vendido no Brasil e traz mais potência que o TT normal, mas cobra R$ 914 por cada cavalinho extra no motor

4769

O Audi TTS é um carro indicado para quem é fã do TT mas quer emoção extra. Ele usa o mesmo motor 2.0 TFSI (turbo com injeção direta), mas reprogramado para desenvolver 286 cavalos e não os 230 cv originais. O torque também é maior: subiu de 37,7 para 38,8 kgfm. Essa diferença é suficiente para fazer do TTS um carro bem mais rápido do que o TT: 0-100 km/h em 4,7 segundos contra 5,9. Esse 1,2 segundo faz com que o Audi TTS entregue ao motorista uma nítida sensação de pilotagem.

Claro que tudo isso tem um preço. O TTS é R$ 53.000 mais caro que o TT Atraction, o que dá quase R$ 914 por cada cavalo extra no motor. Perante o rival Porsche Boxster, o Audi TTS 2.0 ainda é um bom negócio, pois seus R$ 299.990 estão mais em conta do que os R$ 365.000 do Boxster 2.7, que tem “apenas” 265 cavalos. Sem contar que o Boxster 3.4 S, de 315 cv, custa a fábula de R$ 442.000. Mas existe a moderada opção do Mercedes-Benz SLK 300 Turbo, que fica entre o Audi TT Atraction e esse novíssimo TTS tanto na potência quanto no preço: 245 cv por R$ 270.900.

Em termos de esportividade, tudo que é bom no TT é ainda melhor no TTS. A posição de dirigir é perfeita, as trocas manuais no câmbio de seis marchas são prazerosas usando as borboletas ou a alavanca, a estabilidade do carro é fenomenal e o motor ronca mais forte quando o motorista seleciona o modo S (Sport), que só é possível no modo automático. O prazer de dirigir é o mesmo. Infelizmente, para usar bem esse carro, é preciso contar com algo raro no Brasil: asfaltos lisinhos. É impressionante como o Audi TTS sofre com o piso irregular e os buracos das ruas. E a traseira muito larga pode ser inconveniente em algumas garagens.

A suspensão inteligente (Magnetic Ride) ajusta os amortecedores em milissegundos. O TTS tem acabamento interno em preto brilhante, bancos esportivos da linha S da Audi, couro napa fina, pinças de freios na cor vermelha, sensor de estacionamento traseiro com câmera de ré, sistema de som Bang & Olufsen e rádio MMI com GPS. O sistema é bem intuitivo. Mas o melhor é o Virtual Cockpit, que permite ter o navegador na mesma tela que o velocímetro e o conta-giros.

—–

Ficha técnica:

Audi TTS Coupé 2.0 TFSI

Preço básico: R$ 299.990
Carro avaliado: R$ 301.990
Motor: 4 cilindros em linha 2.0, 16V, turbo, injeção direta
Cilindrada: 1994 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 286 cv entre 5.300 e 6.200 rpm
Torque: 38,8 kgfm entre 1.800 e 5.200 rpm
Câmbio: automatizado, seis marchas, dupla embreagem
Direção: elétrica
Suspensões: independentes (d/t)
Freios: discos ventilados (d/t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,191 m (c), 1,832 m (l), 1,343 m (a)
Entre-eixos: 2,505 m
Pneus: 225/35 R19
Porta-malas: 305 litros
Tanque: 55 litros
Peso: 1.365 kg
0-100 km/h: 4s7
Velocidade máxima: 250 km/h
Emissão de CO2: sem dados
Consumo: não divulgado
Nota do Inmetro: não participa

blog comments powered by Disqus