Avaliação: Chevrolet Camaro mostra que é um cinquentão em plena forma

4358

Poucos carros são tão emblemáticos quanto o Chevrolet Camaro. Passados 50 anos, eis a sexta geração do pony car americano. Totalmente revisto, o Camaro adotou a plataforma Alpha da Cadillac (antes, era do Holden Commodore, o Omega australiano) e as dimensões diminuíram: 5,2 cm no comprimento, 2,6 cm na largura, 3,1 cm na altura e 4,0 cm no entre-eixos. Segundo o fabricante, cerca de 70% dos componentes da nova arquitetura foram desenvolvidos especificamente para o modelo. Comparado ao antecessor, o Camaro ficou 28% mais rígido e 83 kg mais leve graças à combinação de aços de alta resistência e alumínio.

O motorzão aspirado V8 6.2 presente nas versões SS que virão para o Brasil no final do primeiro trimestre de 2017 é compartilhado com o Corvette Stingray. E ele acorda emitindo um rugido grave e encorpado. Esse “V-oitão” já estava presente na quinta geração, entretanto foi incrementado em 55 cv e 7 kgfm, totalizando 461 cv e 69,2 kgfm. Esse propulsor traz injeção direta e desliga quatro dos oito cilindros em situações de velocidade de cruzeiro, reduzindo as emissões e o consumo (aliás, 20% menor na sexta geração).

Nos Estados Unidos, o Camaro também é oferecido com motores 2.0 turbo de 278 cv e 40,7 kgfm ou V6 3.6 de 340 cv e 39,2 kgfm. O mais radical é o brutal ZL1, dotado de um V8 6.2 sobrealimentado com 659 cv e 89,9 kgfm, com câmbio é automático de dez marchas ou manual de seis. O Camaro sai lixando seus pneus run flat no asfalto ao afundar o pé no pedal do acelerador. Os “borrachudos” passaram de medidas 245/45 ZR20 (d) e 275/40 ZR20 (t) para 245/40 ZR20 (d)  275/35 ZR20 (t).

A dirigibilidade está mais aguçada transmitindo respostas mais diretas, melhor agilidade nas mudanças de trajetória e mais equilíbrio nas curvas. As suspensões estão 12 kg mais leve e copiam bem o piso assegurando boa estabilidade – o aerofólio redesenhado aumentou em 50% o downforce. Uma novidade é o seletor de modos de condução com os programas Passeio, Esportivo, Neve e Pista, que alteram alguns parâmetros do pedal do acelerador, do volante e do câmbio. A nova transmissão automática de oito velocidades (antes eram seis) mostra rapidez nas trocas e reduções de marchas. E para mexer um pouco mais com os ânimos, há um ressonador de som na cabine, como já fazem alguns BMW.

Novo por fora e por dentro, o destaque do interior está nos bancos redesenhados ajudando a segurar melhor o corpo. Os charmosos quatro instrumentos analógicos do Camaro anterior migraram para o novo quadro de instrumentos, que passa a ter tela de 8”. Ela pode exibir informações de temperatura e pressão do óleo, indicador de força G, temperatura do fluído da transmissão, multimídia, entre outros. A central multimídia MyLink tem tela de 8” sensível ao toque, conectividade via Android Auto e Apple CarPlay, comandos de voz e navegador com mapas 3D. A iluminação da cabine pode ser configurada em 24 opções de cores. E quem não quer chegar aos 50 anos em plena forma?

—–

Meio século bem vivido

O Camaro Fifty celebra os 50 anos de história do Camaro. Serão 100 unidades no Brasil por R$ 297.000 e cada comprador receberá uma placa numerada. Ele exibe pintura cinza Graphite, faixas decorativas no capô e na tampa do porta-malas, para-choque e grade frontal exclusivos, defletor de ar frontal, logotipos alusivos à versão, rodas de 20” e pinças de freios em laranja. Outra versão que chega em breve é a conversível.

—–

Ficha técnica:

Chevrolet Camaro Coupé SS

Preço básico: R$ 297.000
Carro avaliado: R$ 297.000
Motor: 8 cilindros em V 6.2, 16V, injeção direta, sistema de desligamento automático de cilindros
Cilindrada: 6162 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 461 cv a 6.000 rpm
Torque: 62,9 kgfm a 4.400 rpm
Câmbio: automático sequencial, oito marchas
Tração: traseira
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) multilink (t)
Freios: discos ventilados (d/t)
Dimensões: 4,784 m (c), 1,894 m (l), 1,340 m (a)
Entre-eixos: 2,812 m
Pneus: 245/40 R20 (d) e 275/35 R20 (t)
Porta-malas: 208 litros
Tanque: 72 litros
Peso: 1.709 kg
0-100 km/h: 4s2
Velocidade máxima: 250 km/h
Consumo nota: E
Consumo cidade: 5,6 km/l
Consumo estrada: 8,0 km/l
Nota do Inmetro: E
Emissão de CO2: 215 g/km
Classificação na categoria: D (esportivo)

blog comments powered by Disqus