Avaliação: Dodge Durango mostra que tamanho é documento

6240

O Dodge Durango é um carro exagerado em tudo. E, claro, por custar quase R$ 240.000 nessa única versão Limited, é um automóvel também exclusivo. Mesmo quem tem essa grana disponível, porém, precisa saber de alguns detalhes antes de optar por um Durango, que é muito mais barato do que SUVs de luxo grandes como o BMW X5, o Audi Q7, o Volvo XC90 e o Mercedes-Benz GLS. A primeira delas é que a garagem do proprietário de um Durango precisa ter 5,20 m de comprimento, uns 2,70 m de largura (afinal, é preciso abrir as portas) e 1,90 m de altura (devido à antena).

Com os retrovisores, o Durango tem uma largura de 2,17 m. Por isso, colocá-lo na garagem do condomínio onde eu moro foi a parte mais difícil da minha curta convivência com o Durango. Por outro lado, a câmera de ré é excelente e isso facilita as manobras. Aliás, tudo que se referente a multimídia é excelente no Durango. Ele tem um sistema de entretenimento completíssimo, com tela de DVD de 9” atrás e display de 8,4” na frente. Isso sem contar que o próprio quadro de instrumentos é uma tela de 7” com informações configuráveis.

Dá gosto passear com esse carrão. O conforto a bordo é incrível e o rodar é bem macio. Para carregar bagagens, o Durango oferece 1.350 litros de porta-malas até o teto, configurado para cinco passageiros. Esse número cai para cerca de 700 litros colocando a bagagem só até a altura do vidro. Mesmo assim é muito. Não cheguei a usar a terceira fileira de assentos, que aumenta sua capacidade para sete pessoas, mas mexi nos bancos e constatei a versatilidade do carro. Para minha surpresa, o enorme porte do Durango não faz dele um elefante nas ruas. Pelo contrário: o carro consegue ser ágil, devido ao motorzão Pentastar 3.6 V6 de 294 cavalos.

O motor não é nada ecológico. Se você rodar uns 1.500 km/mês só na cidade, vai gastar pelo menos R$ 700 com gasolina comum. O Durango é derivado da picape Dodge Dakota e já está na terceira geração. Ele chegou ao Brasil em 2013, depois de ser reestilizado, e teve 888 compradores nesse período, sendo 22 este ano. Eu gosto de carros grandes. Se eu precisasse de um SUV gigante e tivesse disposto a investir esse dinheiro, eu compraria o Durango, sim.

—–

Ficha técnica:

Dodge Durango Limited

Preço básico: R$ 239.900
Carro avaliado: R$ 239.900
Motor: 6 cilindros em V 3.6, 24V, turbo, duplo comando de válvulas
Cilindrada: 3604 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 294 cv a 6.400 rpm
Torque: 36,0 kgfm a 4.800 rpm
Câmbio: automático sequencial, oito marchas
Direção: hidráulica
Suspensões: duplo triângulo com braços curto e longo (d) e multi-link (t)
Freios: discos ventilados (d) e discos sólidos (t)
Tração: integral
Dimensões: 5,110 m (c), 1,924 m (l), 1,800 m (a)
Entre-eixos: 3,042 m
Pneus: 265/50 R20
Porta-malas (até o teto): 1.350 litros (490 com sete passageiros e 2.390 com os bancos traseiros rebatidos)
Tanque: 93 litros
Peso: 2.262 kg
0-100 km/h: 9s3 (medição Motor Show)
Velocidade máxima: 206 km/h
Consumo cidade: 6,5 km/l
Consumo estrada: 8,5 km/l
Emissão de CO2: 190 g/km
Nota do Inmetro: E
Classificação na categoria: E (Extra-Grande)

—–

Contraponto

Por Rafael Poci Déa

Muitos sabem do meu gosto por carros pequenos. E diferentemente do Quinta, não gosto nem preciso de um utilitário esportivo do porte do Dodge Durango. Primeiro: não tenho filhos. Segundo: minha vaga do prédio não o comportaria devido aos seus mais de 5 metros de comprimento. Contudo, seu estilo me cativou pelas rodas de aro 20 e pelas lanternas de 192 LEDs, que me remeteram diretamente aos atuais Dodge Charger e Dart. Também achei bacana o sistema multimídia, quando se têm passageiros ou filhos para levar.

No meu caso, elas ficaram desligadas quando o usei. Afinal, durante a semana não dou carona – só levo minha esposa nos finais de semana. Mesmo assim, o Durango é um carro para desfilar sem pressa por aí. Só é preciso ter cuidado com os motoqueiros e os outros carros em vias estreitas, devido à largura da carroceria – até levei bronca de um motorista malcriado! Por enquanto, esse Dodge não se encaixa no meu perfil. Tampouco outros modelos familiares. Quem sabe daqui a alguns anos, quando vier o meu primeiro filho.

COMPRE SE…
Você precisa eventualmente carregar sete pessoas dentro do veículo com muito conforto e gosta de alguma sofisticação.
O entretenimento a bordo é um item importante para você, pois o Durango é um dos carros mais bem equipados nesse sentido.

NÃO COMPRE SE…
Eficiência é mais importante para você do que potência, pois, apesar da cavalaria, o V6 do Durango tem pouca potência específica.
Sua garagem não for realmente comprida e muito larga, pois o Durango quase 2,2 m de largura contando os espelhos.

CONSIDERE TAMBÉM ESSES CONCORRENTES

blog comments powered by Disqus