Avaliação: Fiat Uno ganha fôlego com novo motor 1.3

5560

Você conferiu nas páginas anteriores como são os novos motores Firefly da Fiat e o desempenho da versão de entrada Uno Attractive 3 cilindros. Agora, é a vez de saber o que há de novidade na versão aventureira Way, com foco no motor 4 cilindros 1.3. O Uno Way tem duas opções de motores e de transmissão: tricilíndrico 1.0 e 1.3 de quatro cilindros associados a câmbio manual ou automatizado Dualogic Plus, ambos de cinco marchas. Basicamente, o novo bloco 4 cilindros 1.3 é o 1.0 tricilíndrico com um cilindro a mais, já que os propulsores compartilham vários componentes e arquitetura, com duas válvulas por cilindro.

Também disponível na Sporting, o 1.3 8V oferece 101/109 cv (g/e) e torque de 13,7/14,2 kgfm . Só para comparar, o propulsor 1.4 Fire Evo entrega 88 cv e 12,5 kgfm quando abastecido com etanol. Foi um ganho de 21 cavalos! Esse fôlego é sentido nas acelerações. O Uno Way mostrou boa desenvoltura na cidade (inclusive em trechos de subidas) e na estrada, realizando ultrapassagens seguras. A caixa robotizada continua tendo acionamento por botões e recebeu nova programação eletrônica, que a deixou mais esperta nas mudanças e retomadas.

A relação foi alongada na primeira e na segunda marchas, enquanto todas as demais, inclusive o diferencial, foram encurtadas. Embora os trancos tenham sido suavizados, elas ainda estão lá, principalmente ao extrair mais do pedal do acelerador. As trocas manuais são feitas nas borboletas atrás do volante. Vale destacar que no Uno, junto com o Dualogic Plus, vem o assistente de partida em rampa (o sistema segura o carro por 2 segundos). Esse Uno Way 1.3 é uma boa opção para quem precisa de um carro ágil e confortável na cidade ou em viagens.

Assim como na Attractive e na Sporting, a direção é elétrica de série. Já as suspensões – aprimoradas com novas molas e amortecedores – filtram bem as irregularidades e imperfeições do asfalto. Fora do catálogo na linha 2017, a versão Evolution 1.4 serviu de escola para a introdução do start-stop. Pois bem, agora esse sistema está presente em todas as configurações com o bloco 1.3. Seu funcionamento agrada, sendo suave tanto ao ligar quanto ao desativar o motor em breves paradas.

Não só o start-stop chegou ao Uno, como os controles eletrônicos de tração e de estabilidade todos de série na Way e na Sporting Dualogic. Apesar da segurança aprimorada, nenhuma versão do Uno traz o isofix para fixação de cadeirinhas infantis – presente, por exemplo, no Ford Ka. Por dentro, o Way ganhou novos revestimentos. Nas versões 1.0 e 1.3 está disponível uma nova central multimídia (opcional). Todas as versões da linha 2017 do Uno trazem garantia total de três anos, além da possibilidade de adquirir uma garantia estendida em mais 12 ou 24 meses.

—–

Ficha técnica

Fiat Uno Way Dual

Preço básico: R$ 51.990
Carro avaliado: R$ 51.990
Motor: 4 cilindros em linha 1.3, 8V
Cilindrada: 1332 cm3
Combustível: flex
Potência: 101 cv a 6.000 rpm (g) e 109 cv 6.250 rpm (e)
Torque: 13,7 kgfm a 3.500 rpm (g) e 14,2 kgfm a 3.500 rpm (e)
Câmbio: automatizado, cinco marchas
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco sólido (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 3,820 m (c), 1,656 m (l), 1,555 m (a)
Entre-eixos: 2,376 m
Pneus: 175/70 R15
Porta-malas: 280 litros
Tanque: 48 litros
Peso: 1.057 kg
0-100 km/h: 10s6 (g) e 9s8 (e)
Vel. máxima: 177 km/h (g/e)
Consumo cidade: 13,1km/l (g) e 9,3 km/l (e)
Consumo estrada: 13,7 km/l (g) e 10 km/l (e)
Emissão de CO2: 98 g/km (com etanol = 0 g/km)
Nota do Inmetro: A
Classificação na categoria: A (Utilitário Esportivo Compacto)