Avaliação: versão Joy voltou para ser a mais barata do Chevrolet Onix

15295

Você deve se lembrar das versões Joy. Elas já foram oferecidas nos Chevrolet Corsa, Celta, Meriva e Prisma da carroceria antiga. Agora, retornaram no Onix (R$ 38.990) e no Prisma (R$ 42.990). A GM precisava de uma versão de entrada. O Onix Joy aposta no custo-benefício, trazendo direção elétrica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, sistema antifurto, limpador/desembaçador traseiro e sistema OnStar, que funciona via smartphones (não há botão no retrovisor) e permite monitorar a localização do veículo, além de verificar informações no próprio celular, como hodômetro e pressão dos pneus.

O visual não acompanhou o facelift mostrado recentemente. Mas quem vê cara, não vê coração. E mais de 100 peças foram refeitas, reduzindo o peso do Onix em 31 kg. O corpo mais enxuto vem associado ao motor 1.0 SPE/4 Eco de nova geração. Aliás, ele recebeu novos pistões, anéis e bielas. O óleo passa a ser mais fino e de especificação 0W20. Há ainda módulo de controle 40% mais rápido, novos sistemas de arrefecimento, de energia elétrica e alternador. No sistema de exaustão, foi adotado um novo catalisador.

Mais leve e com propulsor renovado, o Onix Joy embala bem oferecendo boa dirigibilidade para um carro “mil”. O câmbio manual agora é de seis marchas, com engates leves e precisos, especialmente o da sexta. Não houve mudanças nos dados de desempenho, mas sim uma melhora de 14% no consumo de combustível. A direção elétrica possui calibração certa, ou seja, é leve em baixa velocidade e mais firme em alta. Além disso, transmite mínimas vibrações para o volante. As suspensões estão 10 mm mais baixas, com molas e amortecedores recalibrados.

Mais firme que a anterior, elas ganham ponto positivo para o equilíbrio nas curvas. Os pneus são “verdes”. O interior do Onix Joy exibe novos painéis de porta. E agora o console central abriga os botões dos vidros elétricos ao lado do freio de estacionamento. O quadro de instrumentos tem iluminação laranja (antes era azul) e indicador de troca de marchas. São mudanças pontuais que não impactam no visual – mas, afinal, quem procura um carro de entrada pode não estar tão preocupado com o desenho do exterior.

—–

Ficha técnica:

Chevrolet Onix Joy

Preço básico: R$ 38.990
Carro avaliado: R$ 43.180
Motor: 4 cilindros em linha 1.0, 8V
Cilindrada: 999 cm3
Combustível: flex
Potência: 78 cv a 6.400 rpm (g) e 80 cv a 6.400 rpm (e)
Torque: 9,5 kgfm a 5.200 rpm (g) e 9,8 kgfm a 6.400 rpm (e)
Câmbio: manual, seis marchas
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 3,930 m (c), 1,705 m (l), 1,474 m (a)
Entre-eixos: 2,528 m
Pneus: 185/70 R14
Porta-malas: 289 litros
Tanque: 54 litros
Peso: 1.011 kg
0-100 km/h: não divulgada
Velocidade máxima: não divulgada
Consumo cidade: 12,9 km/l (g) e 8,9 km/l (e)
Consumo estrada: 15,3 km/l (g) e 10,6 km/l (e)
Nota do Inmetro: A
Emissão de CO2: 95 g/km (com etanol = 0 g/km)
Classificação na categoria: A (Compacto)

blog comments powered by Disqus