Avaliação: VW Saveiro Cross Cabine Dupla

28682

Há tempos a Volkswagen Saveiro persegue a líder Fiat Strada… e a novela segue! Segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o utilitário compacto da VW teve 56.699 unidades licenciadas em 2015, enquanto a Strada alcançou 98.623 e a Chevrolet Montana somou 23.651 unidades. E nada mudou nos dois primeiros meses deste ano: Strada (8.577), Saveiro (6.190) e Montana (1.258) seguem nas mesmas posições. Para tentar reverter esse cenário, a linha 2017 da Saveiro ganhou mudanças pontuais, atribuindo uma identidade própria ao utilitário e, pela primeira vez, distinta dos irmãos Gol e Voyage.

Esse “tapa” no visual veio acompanhado de uma subida nos preços (leia mais ao final da reportagem em “Robust é a nova versão da Saveiro”). A Saveiro tem versões Trendline (cabine simples, estendida ou dupla), Highline (cabine dupla) e Cross (cabine estendida ou dupla). A Robust (somente cabine simples) substituiu a Startline e é dedicada ao trabalho. As novidades no desenho estão na dianteira mais horizontal e no para-choque, que, diferentemente dos modelos anteriores, deixa de ser similar ao do Gol/Voyage.

O capô está mais alto e tem novos vincos, assim como os faróis e a grade cresceram. As luzes de neblina adotam formato trapezoidal (com três funções na Cross: neblina, longo alcance e luz de conversão estática que acende ao esterçar o volante). Os para-lamas também são novos. Outras alterações estão nos apliques das caixas de rodas, nas lanternas tridimensionais e na abertura da caçamba, agora pelo logotipo da Volks. Por dentro, um novo painel dotado de saídas de ar retangulares (já presentes no Gol/Voyage), o volante multifuncional semelhante ao do Golf e o novo quadro de instrumentos.

O acabamento varia de acordo com a versão (Trendline, Highline e Cross). Apenas a Robust manteve o painel antigo. A conectividade aparece nas centrais multimídias com telas sensíveis ao toque e função de espelhamento do conteúdo do smartphone, de 5” (Composition Touch de série nas configurações Trendline, Highline e Cross, que só espelha Android via Mirror Link) ou de 6,3” (Discover Media opcional nas Highline e Cross, que espelha também iPhones via Apple CarPlay). Nenhuma alteração mecânica foi feita e a Saveiro continua sendo oferecida com motor 1.6 8V de 101/104 cv (gasolina/etanol) e 1.6 16V de 110/120 cv (exclusivo da Cross), que também equipa o Golf nacional.

Esse bloco “milisseis” de 120 cv deixa a condução da Saveiro Cross esperta, como pudemos conferir no test-drive realizado na pista do Haras Tuiuti (SP). O giro sobe rápido e a picape deslancha sem esforços, pois 85% do torque está disponível a partir de 2.000 rpm. O câmbio para todas as configurações é sempre manual de cinco marchas, com engates precisos e macios. Os freios são a disco nas quatro rodas – um diferencial sobre as Fiat Strada e Toro e a Renault Oroch. As suspensões asseguram boa estabilidade nas curvas, mesmo com a caçamba descarregada (são 734 litros na cabine estendida, 924 na simples e 580 na dupla).

Aliás, a Saveiro Cross traz também controle eletrônico de estabilidade e de tração, freios com ABS com função off-road, sistema de assistência a frenagem, bloqueio eletrônico de diferencial e assistente de partida em rampa. Nas configurações Robust, Trendline e Highline, o uso dos novos pneus com baixa resistência ao rolamento aumentou em 15 mm a altura da suspensão, possibilitando um novo e maior ângulo de entrada (de 16,9º para 20,1º), além de maior distância do solo (de 166 mm para 198 mm). A Cross segue inalterada. Depois dessas mudanças na linha 2017, será que a Saveiro pode ultrapassar a Strada? Isso só mesmo o mercado dirá.

—–

Ficha técnica:

Volkswagen Saveiro Cross 1.6 Cabine Dupla

Preço básico: R$ 69.250
Carro avaliado: R$ 73.870
Motor: 4 cilindros em linha, 16V, duplo comando de válvulas, variável na admissão
Cilindrada: 1598 cm3
Combustível: flex
Potência: 110 cv a 5.750 rpm (g) e 120 cv a 5.750 rpm (e)
Torque: 15,8 kgfm a 4.000 rpm (g) e 16,8 kgfm a 4.000 rpm (e)
Câmbio: manual, cinco marchas
Direção: hidráulica
Suspensões: McPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: discos ventilados (d) e sólidos (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,497 m (c), 1,728 m (l), 1,553 m (a)
Entre-eixos: 2,753 m
Pneus: 205/60 R15
Caçamba: 580 litros
Tanque: 55 litros
Peso: 1.129 kg
0-100 km/h: 10s5 (g) e 10s (e)
Velocidade máxima: 178 km/h (g) e 181 km/h (e)
Consumo cidade: 10,7 km/l (g) e 7,5 km/l (e)
Consumo estrada: 10,8 km/l (g) e 7,9 km/l (e)
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: B (carga derivado)

—–

Robust é a nova versão da Saveiro

Os preços da linha 2017 da VW Saveiro estão em média entre R$ 1.000
e R$ 2.000 mais caros. Segundo a Volkswagen, ela não concorre diretamente com as intermediárias Renault Oroch e Fiat Toro: suas rivais continuam sendo a Fiat Strada e a Chevrolet Montana. A nova versão Robust tem preço inicial de R$ 43.530, próximo ao da Strada Working (R$ 43.790) e ao da Chevrolet Montana LS (R$ 44.190), ambas com cabine simples. Já a Trendline sai por R$ 47.970 na cabine simples e por R$ 52.730 na cabine estendida – essa última custa menos que a Montana Sport (R$ 53.850), só com cabine simples.

A Saveiro Trendline salta para R$ 58.820 (CS) e R$ 63.850 (CE) com todos os opcionais, podendo então brigar com a Fiat Strada Aventure cabine estendida (R$ 63.390), que também já vem bem recheada de série. Há ainda a Adventure Extreme CE, de R$ 66.456. Na cabine dupla, que inicia em R$ 56.270 e vai a R$ 67.390, a Saveiro Trendline invade o segmento dos utilitários intermediários. Uma Renault Oroch Expression 1.6, por exemplo, sai por R$ 68.400, com mais espaço interno e caçamba maior, embora seja menos equipada Seguindo no catálogo, a Highline custa a partir de R$ 63.070.

Ar-condicionado e volante multifuncional são de série. Com os opcionais central multimídia com navegador, suporte para celular e sensor de estacionamento, entre outros, o preço vai para R$ 70.020, que já se aproxima dos R$ 72.400 da Duster Oroch Dynamique 2.0. Por fim, a topo linha Cross está disponível com cabine estendida (R$ 66.110) ou dupla (R$ 69.250). Completa, a Saveiro Cross CD vai a R$ 73.870. Para se ter uma ideia, Fiat a Toro custa R$ 76.500 na versão de entrada Freedom 1.8 flex automática.

blog comments powered by Disqus