Completo e com opcionais: as versões mais caras dos carros mais vendidos

11612

1Chevrolet Onix: R$ 64.940

Fabio Gonzales

O aventureiro Onix Activ é a configuração mais cara do carro mais vendido do Brasil. Neste preço, ele sai de fábrica com pintura metálica e o câmbio automático de seis marchas. A lista de equipamentos inclui ainda central multimídia MyLink2, piloto automático, câmera de ré, volante multifuncional e sensor de chuva. O motor 1.4 desenvolve 106 cv (com etanol).

2Hyundai HB20: R$ 68.370

Hyundai

Este é o valor de tabela da configuração mais cara do HB20: a 1.6 Premium com câmbio automático, pintura metálica e o pacote de opcionais composto por bancos de couro e a central multimídia blueMedia. O motor é um 1.6 de 128 cv (com etanol), que trabalha em conjunto com um câmbio automático de seis marchas.

3Ford Ka: R$ 55.990

Divulgação

Frente aos concorrentes acima, a configuração mais cara do compacto tem um preço até modesto. Mesmo assim, o Ka SEL 1.5 traz itens difíceis de encontrar até em carros mais caros, como os controles eletrônicos de tração e estabilidade e assistente de partida em rampas. O motor 1.5 desenvolve 110 cv (com etanol) e o câmbio é manual, de cinco marchas.

4Volkswagen Gol: R$ 67.367

Roberto Assunção

Este é o preço que o comprador vai desembolsar para levar para casa um Gol Highline I-Motion na configuração mais completa possível. Além da pintura metálica, o Gol mais caro da linha traz uma boa lista de equipamentos, com central multimídia com navegador GPS, piloto automático, bancos de couro, sensor de chuva e acendimento automático dos faróis. O motor 1.6 de 104 cv (com etanol) trabalha com uma transmissão automatizada de cinco marchas.

5Fiat Strada: R$ 86.739

Divulgação

A configuração mais cara do comercial leve mais vendido do País é a Adventure Cabine Dupla Dualogic. Pelo mesmo preço da picape-crossover Toro, o comprador leva um carro com motor 1.8 de 132 cv (com etanol), câmbio automatizado Dualogic e uma lista de equipamentos cujos destaques são a com central multimídia com TV digital e bloqueio eletrônico de diferencial. Vai encarar?

6Renault Sandero: R$ 64.400

Rodolfo Buhrer

Quem vê os Sandero 1.0 nas ruas muitas vezes não imagina que a versão mais cara da linha seja o esportivo R.S. 2.0, que na versão mais completa conta com rodas de 17 polegadas, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampas, central multimídia com GPS e ar-condicionado automático. Mas o melhor do carro é o conjunto mecânico: um motor 2.0 de 150 cv (com etanol), câmbio manual de seis marchas e a preparação da Renault Sport, a divisão esportiva da marca francesa.

7Chevrolet Prisma: R$ 67.390

Fabio Gonzales

Este é o preço do Prisma LTZ, equipado com os opcionais câmbio automático de seis marchas e piloto automático. A lista de equipamentos conta com a central multimídia compatível com Android Auto e Apple CarPlay e câmera de ré, rodas de liga leve de 15 polegadas e volante multifuncional. O motor é o mesmo 1.4 de 106 cv do Onix Activ.

8Toyota Corolla: R$ 111.940

Divulgação

Único sedã médio dentre os 10 carros mais vendido do mercado brasileiro em janeiro, o Toyota Corolla não tem opcionais na sua versão de topo Altis. Os diferenciais para os Corolla mais simples são as luzes diurnas de LED, os airbags de cortina e a abertura das portas e a partida do motor por chave presencial. O motor 2.0 desenvolve 153 cv (com etanol) e o câmbio automático é do tipo CVT.

9Volkswagen Fox: R$ 81.929

Divulgação

Assim como o Onix, a versão mais cara do Fox é a aventureira CrossFox I-Motion. Para ultrapassar a barreira dos R$ 80 mil, é preciso encomendar um carro parecido como o das fotos: com a mesma pintura especial Laranja Sahara (R$ 2.256), mas com rodas de 16 polegadas, interior em couro, teto solar, luzes de conversão estática, controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampas, piloto automático e central multimídia com GPS.

10Honda HR-V: R$ 102.600

Roberto Assunção

A pintura metálica (R$ 1.200) é o único opcional do Honda HR-V EXL, que traz ar-condicionado digital, acabamento interno em couro, central multimídia com tela de sete polegadas. O conjunto mecânico é o mesmo dos HR-V de entrada: um motor 1.8 de 140 cv e o câmbio automático CVT.

blog comments powered by Disqus