Conheça o Tama, o primeiro carro elétrico japonês

12411

Muitos anos antes do Nissan Leaf se tornar um veículo comum, os japoneses já faziam os seus experimentos com veículos elétricos. E o primeiro deles foi o Tama, cujo nome foi inspirado no local onde era produzido. Apresentado em 1947, era um pequeno carro com 3.04 m de comprimento, surgido das necessidades do Japão após o fim da Segunda Guerra Mundial.

Projetado pela fabricante de aviões Tachikawa Aircraft Company (que mudaria de nome para Tama Cars Company), que sem as encomendas de aeronaves militares buscava um novo ramo de negócios, o modelo foi resultado de um programa de incentivo do governo japonês para a produção de automóveis elétricos, já que a oferta de combustíveis fósseis era escassa no Japão daqueles tempos.

A carroceria, de linhas simples, tinha estrutura de madeira revestida em chapas de aço, algo que era comum na época. Porém, incorporava soluções inovadoras como os faróis embutidos na carroceria e um sistema para facilitava a troca das baterias, no piso do carro.

Com capacidade para levar quatro pessoas, o Tama era equipado com um motor de corrente contínua com potência equivalente a 4,5 cv. O fornecimento de eletricidade ficava a cargo das baterias do tipo chumbo-ácido, que tinham que ser recarregadas fora do carro e garantiam ao modelo uma autonomia de 65 km, com velocidade máxima de 35 km/h. O Tama acabou sendo empregado como táxi e veículo utilitário até o início dos anos 1950.

Depois de adotar o nome Prince Motor Company, em 1952, a Tama Cars acabou sendo incorporada pela Nissan em 1966. Curiosamente, nomes que acabariam se tornando célebres nas mãos da Nissan, como Gloria e Skyline, inicialmente batizavam modelos produzidos pela Prince.

blog comments powered by Disqus