Dodge Challenger SRT Demon é o carro de produção mais rápido do mundo

São 852 cv de potência e 106,5 kgfm de torque, que aceleram o SRT Demon de 0 a 96 km/h em baixíssimos 2s3. Vai encarar?

4924

A Dodge apresentou o Challenger SRT Demon, versão mais potente do pony car da marca e que impressiona pelos números. O motor 6.2 V8 com compressor mecânico desenvolve 852 cv de potência e 106,5 kgfm de torque (o mais alto já registrado em um V8 de produção, diz a fábrica), suficiente para acelerar a máquina de 0 a 96 km/h em baixíssimos 2s3, marca recorde para um carro de produção em série.

O Challenger Demon é um carro preparado para provas de arrancada, mas homologado para uso em vias públicas. Tanto que é 90,7 kg mais leve que o Challenger Hellcat — até então o mais potente da linha, com 717 cv — graças à remoção de boa parte do acabamento interno e isolamento acústico, além de pinças de freio e rodas mais leves. Os bancos dos passageiros e o sistema de som também foram removidos, mas podem ser adquiridos como opcional.

O Hellcat, aliás, cedeu o motor para o Demon. E para ganhar os cavalos adicionais, o V8 recebeu modificações como um novo compressor de maior volume e um sistema que utiliza o ar-condicionado para refrigerar o intercooler para ganhar cavalos. A preparação inclui ainda a possibilidade de uso, pela primeira vez em um carro de produção, de gasolina de competição de 100 octanas. A transmissão, automática de oito marchas, também é a mesma do Hellcat.

Outros detalhes exclusivos do Demon são os pneus especiais Nitto NT05R, calçados em rodas de 18 polegadas. Desenvolvidos para competições, são homologados para uso nas ruas. Suspensão preparada com amortecedores adaptativos da Bilstein e um controle eletrônico de largada calibrado para arrancadas também estão presentes.

E o funcionamento de todos os componentes pode ser monitorado pelo sistema de telemetria instalado na central multimídia do carro, que permite ainda personalizar os dois modos de condução (Auto Mode e Drag Mode) e até isolar os freios dianteiros dos traseiros.

A produção desta versão será limitada a 3.300 unidades, destinadas apenas aos mercados dos Estados Unidos e Canadá. As entregas começam no segundo semestre deste ano.

blog comments powered by Disqus