Este é o Volkswagen Arteon, o substituto do CC

Cupê de quatro portas chega para ser o modelo mais sofisticado da marca alemã

2637

Há quem faça brincadeiras com o desenho de linhas básicas bem semelhantes dos vários carros da Volkswagen, dizendo que um Voyage é uma versão compacta do Jetta e vice-versa. Mas o Arteon chega para contrariar essa lógica da marca alemã, com uma bela carroceria de linhas ousadas para o padrão atual da VW.

O cupê de quatro portas será revelado oficialmente nesta terça-feira (7), no Salão de Genebra (Suíça), e chega para substituir o CC no posto de modelo mais sofisticado da marca. Construído sobre a base modular MQB, o Arteon tem dimensões mais generosas que o seu antecessor: é mais comprido (4,86 m ante 4,80 m), tem entre-eixos maior (2,84 m ante 2,71 m) e ficou mais largo (1,87 m ante 1,86 m), mantendo a mesma altura de 1,43 m. Na dianteira, o desenho é bem distinto dos Volkswagen atualmente em produção, com faróis de LED e luzes diurnas que se integram a grade frontal, de barras cromadas.

O Arteon terá seis opções de motores, sendo três a gasolina (1.5 TSI de 148 cv e 2.0 TSI de 188 e 276 cv) e três a diesel (2.0 TDI de 148, 188 e 236 cv), com opção do câmbio automatizado DSG de sete marchas e dupla embreagem e da tração integral 4Motion.

No pacote tecnológico, o modelo estreia pela primeira vez em um Volkswagen o piloto automático adaptativo capaz de ajustar automaticamente a velocidade de acordo com o limite da via, além do sistema de luzes de conversão que trabalha em conjunto com o GPS. O Arteon irá sair de fábrica ainda com uma nova geração do Emergency Assist, que será capaz de frear e guiar o carro automaticamente para o acostamento caso o motorista esteja incapacitado de fazê-lo.

A produção do modelo já foi iniciada na fábrica de Emden, na Alemanha. As vendas no mercado europeu começam em junho deste ano.

blog comments powered by Disqus