Ford Mustang 1964 deve ultrapassar R$ 2 milhões em leilão nos EUA

2295

Um Ford Mustang 1964 ½, equipado um motor seis cilindros e câmbio manual, pode ser comprado pelo equivalente R$ 10 mil nos EUA. Mas um exemplar do pony car nesta mesma configuração básica deverá ultrapassar a barreira de US$ 650 mil (cerca de R$ 2 milhões) em um leilão que acontece em maio, em Indianápolis, . O seu diferencial? O chassi “00002”, que torna o carro o primeiro com carroceria hardtop produzido pela Ford.

Pintado na cor Caspian Blue com o interior também em azul, o exemplar é um dos poucos Mustang pré-série de primeira geração (usados para ajustes na linha de produção) sobreviventes. Na configuração mais básica possível, o carro está bem longe da imagem de esportivo criada pelo modelo nos anos seguintes: motor 2.8 de seis cilindros e 102 cv, câmbio manual de três marchas e pequenas rodas de 13 polegadas.

Exportado para o Canadá, para um remoto concessionário do Território de Yukon (vizinho do estado americano do Alaska), o Mustang 00002 foi utilizado pela loja como carro de test drive até ser vendido como usado em meados de 1965.

Depois de 13 donos, o Mustang foi adquirido em 1997 por Bob Fria, um piloto de aeronaves aposentado que, impressionado com o número de chassi do carro, passou os últimos 20 anos pesquisando e documentando a trajetória dos primeiros exemplares produzidos do pony car.

A expectativa é que o Mustang “00002” atinja um valor entre US$ 450 mil (R$ 1,4 milhão) e US$ 650 mil (R$ 2 milhões).

blog comments powered by Disqus