Híbrido Arash AF10 ultrapassa a marca dos 2.100 cv

4821

O Bugatti Chiron, com mais de 1.500 cv, é sem dúvidas uma das novidades mais interessantes de Genebra. Mas neste grupo de hipermáquinas da mostra suíça devemos incluir também o Arash AF10, com seus ainda mais impressionantes 2.108 cv de potência.

Diferente do Chiron, esta máquina britânica apela para a tecnologia híbrida para atingir esta potência absurda. Sob o capô está um motor 6.2 V8 equipado com compressor volumétrico para atingir 912 cv. E cada eixo recebe ainda o reforço de dois motores elétricos, que desenvolvem uma potência equivalente 1.196 cv.

Para transmitir esta potência às rodas traseiras, o Arash AF10 utiliza um total de cinco transmissões, sendo uma caixa de duas marchas para cada um dos propulsores elétricos (controladas por uma central eletrônica) e uma manual ou automatizada de seis marchas exclusiva para o motor a combustão. Com esse conjunto, a máquina acelera de 0 a 96 km/h em 2,8 segundos.

Além desta versão extrema, que é oferecida por 1,1 milhão de libras (R$ 6 milhões), o fabricante oferece ainda uma versão preparada para competições com gaiola de proteção e outros equipamentos de pista (1,2 milhão de libras, ou R$ 6,6 milhões) e também uma versão mais mansa, equipada somente com um motor V8 a gasolina de “apenas” 588 cv, por 350 mil libras, ou R$ 1,9 milhão.

blog comments powered by Disqus