Hyundai Creta parte de R$ 72.990: confira versões, preços e fotos

Depois de inaugurar sua fábrica em Piracicaba (SP) e abalar o segmento de hatches compactos, colocando o HB20 como segundo carro mais vendido do nosso mercado, atrás só do Chevrolet Onix, a Hyundai Motors do Brasil passa a produzir no mesmo local o crossover-SUV Hyundai Creta. As vendas começam no início de janeiro, com preços partindo de R$ 72.990 com o motor 1.6 e R$ 92.490 com o 2.0 (mas as pré-vendas começam dia 10, agora). 

Apresentado aos brasileiros oficialmente no Salão do Automóvel, como MOTOR SHOW havia adiantado ainda em julho de 2015, o SUV compacto é outra novidade que promete abalar nosso mercado. Chega para entrar no segmento de crossovers e SUVs compactos para tentar desbancar não só Honda HR-V e Jeep Renegade – donos, cada um, de cerca de 28% das vendas do segmento hoje –, mas também Ford EcoSport, Nissan Kicks e cia. E, quem sabe, até fazer a Hyundai chegar ao terceiro lugar no ranking de vendas de automóveis e comerciais leves no Brasil (hoje está atrás apenas de Chevrolet, Fiat e Volkswagen).

Com algumas adaptações estéticas ao mercado brasileiro, o Creta tem 4,27 m de comprimento, que é quase exatamente a mesma medida do Honda HR-V, seu maior alvo, que tem 4,29 m. Sua plataforma, a base construtiva, não vem da família HB20, mas sim do sedã Elantra, o que lhe rende uma distância entre-eixos de bastante razoáveis 2,59 m (também apenas 2 cm. menor que os 2,61 m do Honda). O porta-mlas também é similar ao do Honda, com 431 litros (437 no rival).

As versões mais baratas são equipadas com o motor 1.6 flex do HB20, aprimorado com a adoção de sistema de duplo comando variável (130 cv e 16,5 kgfm com etanol), enquanto as topo de linha tem o 2.0 também flex do Elantra (166 cv e 20,5 kgfm com etanol) .

Já as transmissões são sempre de seis marchas, manual ou automática nas versões 1.6 e apenas automática nas 2.0. O modelo ainda tem o sistema start-stop, que desliga e religa o motor automaticamente em breves paradas para reduzir o consumo na cidade (em todas as versões). E a tarefa foi realizada: as versões com ambas as motorizações conseguiram nota A do Inmetro na categoria. Com câmbio manual, o 1.6 faz na cidade 7,6 e 10, 4 km/l (e/g) e, na estrada, 8,2 e 11,7 km/l (e/g). Já o 2.0 faz 6,9 e 10 km/l na cidade e 8,2 e 11,4 km/l na estrada. Números bem razoáveis, mas piores que os do HR-V 1.8.

Desde as versões básicas, o Creta tem start-stop. Depois, vai adicionando itens como controles de tração e estabilidade e assistente de partida em rampas, entre outros. Confira as listas completas mais abaixo.  A topo de linha inclui revestimento em couro marrom (uma experiência bem sucedida no HB20), seis airbags, luz diurna em LEDs, faróis com iluminação em curvas e monitor de pressão dos pneus, além de chave presencial, retrovisor rebatível eletricamente, bancos com ventilação (item inédito no segmento), ar-condicionado digital automático e tela multifunção entre os instrumentos. O piloto automático, grave ausência no HB20, aqui está presente desde a versão 1.6 AT. O sistema multimídia BlueNav, disponível apenas na versão mais cara, é compatível com Android Auto e Apple CarPlay e oferece câmera de ré. As demais tem um sistema de som básico. 

Confira no alto da página uma galeria de imagens do crossover e, abaixo, as versões, preços e equipamentos. E clique nesse link para conferir nossa primeira avaliação do modelo, que vamos dirigir em Florianópolis.

Atitude 1.6 MT (R$ 72.990)

Airbag duplo, roda de liga 16”, barra de teto, grade cinza, alavanca de câmbio em couro, ABS, monitor de pressão dos pneus, isofix, alarme, start-stop, volante com ajustes de altura e profundidade, ajuste de altura do banco do motorista, alarme, ar-condicionado, trio elétrico, direção elétrica, chave canivete com controle remoto, computador de bordo, sistema de som básico.

Pulse 1.6 MT (R$ 78.290)

MAIS: acabamento em tecido nas portas, acabamento em couro apóia braços, controles de tração e de estabilidade, assistente em rampas, faróis de neblina, sensor de estacionamento

Pulse 1.6 AT (R$ 85.240)

MAIS: câmbio automático, rodas diamantadas aro 17, grade cromada, piloto automático

Pulse 2.0 AT (R$ 92.490)

MAIS: motor 2.0, DRL, cornering lights, saída de ar traseira, vidros one-touch, abertura e fechamento dos vidros na chave

Prestige 2.0 AT (R$ 99.490)

MAIS: ar automático digital, bancos revestidos de couro marrom, airbags laterais e de cortina, volante em couro, banco com ventilação (motorista), partida sem chave, retrovisor rebatível eletricamente, acendimento automático dos faróis, sistema multimídia BlueNav

blog comments powered by Disqus