Mini revela nova geração do conversível da marca

Versão aberta do modelo compacto chega ao mercado no próximo ano

889

Depois dos modelos hatch de três e cinco portas, do crossover Countryman, da perua Clubman e do esportivo John Cooper Works, a Mini finalmente revelou nesta edição do Salão de Tóquio (Japão) o Convertible, a nova geração do conversível da marca.

Seguindo as mesmas mudanças de estilo do Mini fechado, com o qual compartilha exatamente as mesmas dimensões externas, esta variação com carroceria aberta será oferecida nas motorizações Cooper (1.5 de três cilindros e 136 cv), Cooper S (2.0 de quatro cilindros e 192 cv) e Cooper D (1.5 diesel de 116 cv). A transmissão poderá ser manual ou automática, ambas de seis marchas.

Feita em tecido e com acionamento elétrico, o teto é acionado em velocidades de até 30 km/h e leva 18 segundos para realizar a abertura ou fechamento do teto. A capota na cor preta será a opção básica, mas opcionalmente o conversível poderá receber um teto com a estampa da bandeira britânica, como nos irmãos fechados.

As opções de personalização, aliás, já são uma marca dos Minis. E este conversível não poderia ser diferente. As rodas, por exemplo, poderão ser de 15, 16 ou 18 polegadas.

Confira a cobertura completa do Salão de Tóquio aqui no site da MOTOR SHOW.

blog comments powered by Disqus