Nissan revela nova geração do elétrico Leaf

Com linhas mais convencionais, segunda geração do Leaf estreia um sistema de direção semi-autônomo

1658

Foi revelada nessa semana a segunda geração do elétrico Nissan Leaf. Diferente do carro lançado em 2010, que tinha carroceria e interior bem distintos dos outros modelos da marca japonesa, o novo adota linhas ousadas, porém mais próximas dos Nissan a combustão.

Mantendo o mesmo entre-eixos de 2,700 m, o novo Leaf é mais comprido (4,480 m), largo (1,790 m) e baixo (1,540 m) que o antecessor. E adota também o sistema de direção semi-autônomo ProPilot, que permite ao veículo se manter numa mesma faixa de uma rodovia sem a intervenção do condutor.

O novo Nissan Leaf está equipado com um motor elétrico com potência equivalente a 150 cv e 32,6 kgfm de torque e que é alimentado por bateria de íons de lítio com 40kWh de capacidade. Segundo o fabricante, a autonomia do modelo é de até 400 km no ciclo japonês de consumo e o tempo de recarga total pode variar entre 8 (tomada de 6 Kw) e 16 horas (tomada de 3 Kw). Mas uma carga rápida de 80% pode ser feita em até 40 minutos.

O Leaf de segunda geração chega ao mercado japonês em outubro, onde terá preço inicial de 3.150.360 ienes (cerca de R$ 90.050). Na Europa, Canadá e Estados Unidos, o modelo chega em janeiro de 2018.

blog comments powered by Disqus