O que sabemos sobre a Fiat Toro da Volkswagen

33362
Divulgação
Conhecida na fábrica como Saveiro MQB, nova picape da Volks não substitui a atual (foto) e irá competir na faixa de preços da Fiat Toro (Foto: Divulgação)

A reformulação total da gama de produtos, que a Volkswagen vai lançar até o final de 2020, tem com a nova geração do Polo e o seu sedã Virtus apenas o inicio de uma nova linha, que deverá alavancar de maneira significativa o status de vendas da Volkswagen do Brasil. O investimento não será pequeno, pois estamos falando de quatro carros totalmente novos e outros produtos que serão importados para complementar a gama de produtos oferecidos ao consumidor. O consumidor brasileiro terá acesso a produtos moderníssimos, semelhantes aos oferecidos no mercado europeu.

A grande curiosidade ficará por conta de uma nova picape, conhecida dentro da fábrica como Saveiro MQB, que tem na sua alça de mira o grande sucesso de vendas da Fiat Toro. A plataforma será a mesma MQB do Polo, mas com design exclusivo, de personalidade própria. Será oferecida apenas com cabine dupla, como a Toro, e será um carro de uso misto que transportará a família com conforto e segurança e ainda poderá ser utilizada como veículo de trabalho, dependendo da versão em que for adquirida.

A Volks não está querendo inventar a roda e só quer trilhar caminho seguros que já foram trilhados pelos concorrentes. Uma decisão acertada de quem não pode errar mais. Nessa nova picape deverão ser oferecidos os motores 1.6 aspirado de 120cv, para as versões de entrada, que poderão ser manual ou automática, e o motor 1.4 turbo com injeção direta de 150cv para as versões mais sofisticadas.

Pode ser que até no lançamento da picape, previsto para o início do primeiro semestre de 2019, o novo motor 1.5 TSI, derivado do 1.4 atual, já esteja sendo produzido por aqui. Apesar de produzir os mesmos 150cv, apresenta uma curva de torque mais favorável a uma Picape.

Mas não está descartada a opção do motor diesel 2.0 da Amarok, em uma versão mais amansada para atender as necessidade de um Picape menor. Tudo vai depender das vendas da Toro Diesel: os técnicos da Volkswagen acompanham o dia a dia de vendas da concorrente para saber se comercialmente há espaço no mercado nacional para uma Saveiro MQB Diesel.

Certamente, o consumidor latino, de uma maneira geral, vai apreciar muito essa versão turbo diesel, que deverá ter de 160 a 170cv. É claro que essa versão deverá necessariamente ser oferecida com um câmbio manual de seis marchas ou uma caixa automática. E não seria sonhar alto demais uma versão 4motion, muito útil nas estradas sem pavimento encontradas no Brasil e em toda América Latina em abundância.

E o crossover?

Depois do hatch Polo G e do sedã Virtus, que chegarão ainda no final desse ano, a programação é para que, ainda no primeiro semestre de 2018, a marca alemã apresente ao consumidor brasileiro o crossover T-Cross. Quem foi ao Salão de São Paulo, em novembro passado, sabe do que estou falando: o carro será baseado no conceito T-Cross Breeze. Claro que não será exatamente como aquele. O carro terá exatamente a mesma mecânica e a mesma plataforma do Polo G, mas será oferecido apenas com os motores turbinados com injeção direta de 125 e 150cvs, hoje disponíveis no Golf. Na transmissão, sempre com seis marchas, manual e automática tradicional. Esse carro deverá ter apresentação quase que simultânea Europa/ Brasil.

Mais uma vez, é esperar para ver…

 

blog comments powered by Disqus