Onde se encaixa o Honda WR-V

12502

16_ms405_concorrentes_wrv1

Ficha técnica:

Honda WR-V (leia mais aqui)

Preço: R$ 79.400 (EX)
Preço: R$ 83.400 (EXL)
Motor: 1.5 16V
Potência: 116 cv
Câmbio: AT CVT
Comprimento: 4,00 m
Entre-eixos: 2,56 m
Porta-malas: 363 litros


SEUS RIVAIS DIRETOS

Ford EcoSport 1.6

16_ms405_concorrentes_wrv2

O pioneiro da categoria muda em breve, ganhando novo visual e motor 3 cilindros 1.5 (com 132 cv; leia mais sobre ele aqui) no lugar do 1.6, mas mantendo a opção de câmbio automatizado PowerShift. No interior, o acabamento vai melhorar (necessário) e enfim terá multimídia grande (com Android Auto e Apple CarPlay). O porta-malas é similar ao do WR-V, mas o espaço é menor – e o comprimento só é maior por causa do estepe (que só atrapalha; no exterior foi eliminado). Sempre tem controle de estabilidade, mas com airbags extras vai a R$ 89.300 (e ganha couro). Com as mudanças, os preços acima devem subir.

Ficha técnica:

Preço: R$ 78.800 (SE AT)
Preço: R$ 85.300 (FreeStyle AT)
Motor: 1.5 12V
Potência: 1325 cv
Câmbio: ATZ 6 marchas
Comprimento: 4,24 m
Entre-eixos: 2,52 m
Porta-malas: 362 litros

 

Peugeot 2008 1.6

16_ms405_concorrentes_wrv3

Mais perua do que SUV, suas versões básica e intermediária ficam bem linhadas com as do WR-V, porém são muito mais equipadas, com ar-condicionado digital, teto panorâmico, bancos de couro, sensores de chuva/faróis, entre outros itens ausentes no Honda. Em compensação, na segurança faltam ESP (assim como no Honda) e isofix, e na mecânica ele é prejudicado pelo câmbio de só quatro marchas (borboletas no volante), que prejudica consumo e desempenho. E embora por fora seja até um pouquinho maior que o WR-V, tem bagageiro igual e menos espaço na cabine.

Ficha técnica:

Preço: R$ 76.890 (Allure)
Preço: R$ 82.490 (Griffe)
Motor: 1.6
Potência: 122 cv
Câmbio: AT 4 marchas
Comprimento: 4,16 m
Entre-eixos: 2,54 m
Porta-malas: 355 litros


MAIORES “PROBLEMAS”

Chevrolet Tracker

16_ms405_concorrentes_wrv4

Renovado há pouco tempo, é o único turbinado automático do segmento, com desempenho bem acima da média, mas consumo ruim em se tratando de um downsizing. O porta-malas é pequeno, a cabine apertada e falta controle de estabilidade. Essa versão básica também perde airbags extras, câmera de ré, sensor de estacionamento e teto-solar, entre outros itens, mas ainda assim é bastante competitiva, principalmente pela mecânica que garante muito mais prazer ao volante. A central multimídia é muito boa, e compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

Ficha técnica:

Preço: R$ 79.990 (LT)
Preço: R$ 89.990 (LTZ)
Motor: 1.4 16V turbo
Potência: 153 cv
Câmbio: AT 6 marchas
Comprimento: 4,26 m
Entre-eixos: 2,56 m
Porta-malas: 306 litros

 

Nissan Kicks

16_ms405_concorrentes_wrv5

Nessa atual versão de entrada, o SUV derivado do March custa quase o mesmo que o WR-V na versão EXL. A mecânica é quase idêntica – com a vantagem de seu CVT poder simular marchas – e, embora comprimento e porta-malas sejam maiores, o aproveitamento de espaço não é tão bom quanto no WR-V, e a versatilidade é menor. Comparado ao Honda, não tem airbags laterais e de cortina, mas o ESP é de série, assim como o ar automático, a chave presencial e a central multimídia. Também japonês, em breve ganha uma versão nacional mais simples.

Ficha técnica:

Preço: R$ 84.900 (SV Limited)
Motor: 1.6 16V
Potência: 114 cv
Câmbio: AT CVT
Comprimento: 4,30 m
Entre-eixos: 2,61 m
Porta-malas: 432 litros

 

Hyundai Creta 1.6

16_ms405_concorrentes_wrv6

Pelo preço do WR-V EX, você leva a versão intermediária Pulse com câmbio manual do novíssimo Hyundai nacional. A automática é só um tiquinho mais cara que o WR-V. Não tem couro, assim como o Honda, mas comparado a ele fica devendo uma central multimídia decente e os airbags laterais e de cortina – mas tem ESP, rodas 17”, porta-malas maior e espaço similar. A potência a mais não diz muito, pois o carro é mais pesado. O câmbio é automático tradicional, bom pra quem não gosta de CVT. O consumo, em compensação, é ainda mais alto.

Ficha técnica:

Preço: R$ 78.290 (Pulse MT)
Preço: R$ 85.240 (Pulse AT)
Motor: 1.6 16V
Potência: 130 cv
Câmbio: AT 6 marchas,
Comprimento: 4,27 m
Entre-eixos: 2,59 m
Porta-malas: 431 litros


POR UM POUCO MAIS

Jeep Renegade 1.8

16_ms405_concorrentes_wrv7

O Jeep de entrada automático tem desempenho apenas mediano, pois é muito pesado, mas é o que tem mais cara de “jipe” e as melhores suspensões. O acabamento também é ótimo e há ESP, isofix, monitor de pressão dos pneus, sensor de estacionamento, freio de mão elétrico e start-stop. Porém muitos outros itens, como central multimídia com tela colorida, airbags extras, ar-condicionado automático, sensores de faróis e chuva e etc, são vendidos como opcionais.

Ficha técnica:

Preço: R$ 86.990 (Sport AT)
Motor: 1.7 16V
Potência: 139 cv
Câmbio: AT 6 marchas
Comprimento: 4,24 m
Entre-eixos: 2,57 m
Porta-malas: 260 litros

 

Honda HR-V

16_ms405_concorrentes_wrv8

O irmão maior do WR-V também deriva do Fit, mas tem carroceria própria e motor maior. O porta-malas é mais generoso e há a mesma versatilidade dos bancos, porém o consumo é mais alto e nao há tantos porta-objetos na cabine. Nessa versão de entrada faltam piloto automático, faróis de neblina e airbags extras – sem falar que o sistema de som é decepcionante. Mas há ESP e freio de mão elétrico. Enfim, uma opção maior e mais pelada, para quem é fiel à marca.

Ficha técnica:

Preço: R$ 86.800 (LX CVT)
Motor: 1.8 16V
Potência: 140 cv
Câmbio: AT CVT
Comprimento: 4,29 m
Entre-eixos: 2,61 m
Porta-malas: 437 litros


POR UM POUCO MENOS

Os Aventureiros de Sempre

16_ms405_concorrentes_wrv9

VW CrossFox (foto), Chevrolet Onix Activ, Hyundai HB20X, Renault Sandero Stepway, Toyota Etios Cross… todos esses “hatches enfeitados” são considerados por muitos também crossovers. Como o Fit Twist, predecessor desse WR-V, eles têm adereços visuais e, muitas vezes, modificações nas suspensões. Mas poucos chegam a essa faixa de preço: só o CrossFox com todos os opcionais – que fica completíssimo. Destaque no segmento para a Chevrolet Spin Activ, a enorme minivan aventureira que se passa por SUV com a melhor relação entre espaço e preço – mas que carece de mais refinamento e equipamentos, principalmente de segurança.


CÂMBIO MANUAL:

Renault Duster/Captur

16_ms405_concorrentes_wrv10

A dupla da Renault é fabricada sobre a mesma base do Logan, e por isso tem porte generoso. São boas opções para quem busca espaço interno acima de tudo. Porém, nessa faixa de preço só aparecem em versões manuais: R$ 78.900 o novíssimo e belo Captur 1.6 (foto; leia mais aqui) ou R$ 73.490 o Duster 1.6. No caso do Captur, melhor esperar pela versão 1.6 com câmbio CVT – que teve ter o preço do WR-V top de linha e dirigibilidade interessante. Sua lista de itens de segurança e conforto é boa, mas a central multimídia é opcional. Pode ser considerado um Duster “premium”.


O QUE VEM POR AÍ

VW T-Cross

16_ms405_concorrentes_wrv11

Como revelamos com exclusividade mundial, a versão de produção do conceito T-Cross Breeze será lançada no primeiro semestre de 2018 e feita no Brasil sobre a base MQB A0, a mesma do novo Polo e do sedã Virtus. Com cerca de 4,17 m de comprimento (tamanho do Peugeot 2008) e motores turboflex (TSI) 1.0 de 125 cv ou 1.4 de 150 cv), deve ter preços entre R$ 80 e R$ 105 mil. Comparado ao WR-V, oferecerá espaço similar, mas deve ser mais pelado que as versões de mesmo preço. Comparado ao HR-V, será menor, porém muito mais divertido de guiar.

 

Promessas chinesas: JAC T40, Tiggo2, Lifan X50

Três promessas chinesas, um pouco atrasadas por conta da crise econômica, vão entrar nesse segmento em breve. Como já é tradição, eles terão porte similar aos dos concorrentes brasileiros, porém devem custar menos, algo na faixa de R$ 60.000 a R$ 70.000 e vir recheados de equipamentos. O JAC T40 deve ser o primeiro a chegar, agora em junho, com 4,14 m de comprimento, motor 1.5 de 127 cv e câmbio manual ou CVT. Virá importado da China. Já o Tiggo2 será fabricado em Jacareí (SP) e chega também esse semestre com um 1.5 de 109 cv e câmbio manual (depois vem o automático); é um pouco maior, com 4,20 m de comprimento. Por fim, sem data definida, chega o Lifan X50, também importado, com 4,10 m, motor também 1.5 de 103 cv e câmbio manual ou CVT.

blog comments powered by Disqus