Renault Captur chega em duas versões a partir de R$ 78.900

14347

A Renault apresentou nesta terça-feira (14) o novíssimo Captur, que chega para disputar o concorrido segmento dos crossovers ao lado dos modelos consolidados Honda HR-V, Jeep Renegade, Nissan Kicks, Peugeot 2008 e dos recém-lançados Hyundai Creta e Chevrolet Tracker – atualizado com novo visual e motor 1.4 turboflex de até 153 cv de potência (etanol). As armas do lançamento da Renault para vencer esses concorrentes estão tanto no visual quanto nas dimensões avantajadas. O crossover será oferecido em duas versões: a Zen 1.6 SCe manual (R$ 78.900) e a topo Intense 2.0 automático (R$ 88.490) (Confira aqui a avaliação do Captur Zen 1.6).

Fabricado em São José dos Pinhais (PR), o visual do exterior segue a nova identidade do fabricante, com linhas bem fluídas. Um diferencial é o teto pintado em preto ou marfim – o Nissan Kicks oferece opção de laranja. Ao todo, no Captur podem ser feitas 13 combinações de cores. A carroceria pode ser preta, branca, marrom, laranja, marfim, vermelha, prata ou cinza. Um dos destaques do visual são as luzes diurnas de LED (DRL) ao redor das luzes de neblina, enquanto na traseira chama as lanternas de LED roubam a cena. As rodas são de aro 17”.

Elegante por fora, a cabine exibe novo quadro de instrumentos tendo o velocímetro digital e fácil leitura. O ponto alto da cabine está na posição de dirigir e na amplitude interna. O Captur nacional é montado sobre a base do Duster – na Europa, ele utiliza a plataforma do Clio – e possui 4,33 m de comprimento e 2,67 m de entre-eixos garantindo bom espaço para as pernas de quem viaja atrás. Outras destaques são a boa área envidraçada e o porta-malas de 437 litros. Como conectividade é importante, a central multimídia Media NAV possui tela sensível ao toque de 7”, com GPS, Bluetooth®, câmera de ré, eco-scoring e eco-coaching (ensinam a dirigir mais econômicamente). Outras comodidades são a chave em formato de cartão (como no Mègane e no Fluence) e nos sensores crepuscular e de chuva.

O Captur oferece duas opções de motorizações: 1.6 SCe (estreou recentemente no Logan) de 120 cv de potência (etanol). Além do bloco 2.0 de 148 cv (etanol).  A transmissão pode ser manual de cinco marchas ou automática de quatro marchas. O Captur ganhará o câmbio CVT (continuamente variável) ainda neste ano. Ao contrário de alguns rivais, a direção do Renault possui assistência eletrohidráulica ao invés de elétrica.

Falando em eficiência, o Captur é equipado com o sistema Energy Smart Management (ESM). Funciona assim: Durante as desacelerações, o motor funcionando sem consumir e o alternador passa a recuperar a energia automaticamente enviando-a para a bateria. Já nas acelerações, o alternador não precisa “roubar” a energia do motor para enviar à bateria, já que houve a carga na desaceleração. Ainda com foco em economia, a função Eco Mode proporciona, segundo o fabricante, uma diminuição de 10%.

Em segurança, o crossover traz luzes de conversão (Cornering Lights), que são acionadas automaticamente ao girar o volante garantindo uma melhor visibilidade, controles eletrônicos de estabilidade e de tração, quatro airbags (frontais e laterais), Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro, câmera de ré, sensores de estacionamento e assistente de partida em rampas.

Confira as versões e a lista de equipamentos:

  •  Zen 1.6 SCe manual (R$ 78.900): quatro airbags (dianteiros e laterais), controle eletrônico de estabilidade (ESP), controle eletrônico de tração (ASR), assistente de partida em rampas (HSA),  freios com ABS, ISOFIX,  direção eletrohidráulica, volante com regulagem da altura, ar-condicionado, rodas aro 17 polegadas de liga leve, vidros elétricos, alarme perimétrico, chave-cartão hands free, comando de áudio e celular na coluna de direção (comando satélite), assento do condutor com regulagem de altura, sistema CAR (travamento automático das portas a 6 km/h), Luzes diurnas em LED, retrovisores rebatíveis, piloto automático com indicador e limitador de velocidade. Opcional: Media Nav + Câmera de Ré (R$ 1.990); pintura em dois tons (R$ 1.400).
  • Intense 2.0 automático (R$ 88.490): adiciona rodas aro 17 polegadas de liga leve diamantadas, apoio de braço, Media Nav 7” touchscreen, câmera de ré, ar condicionado automático, sensor de chuva, sensor crepuscular, farol de neblina com função Cornering Light. Opcional: bancos em couro (R$ 1.500) e pintura em dois tons (R$ 1.400).
blog comments powered by Disqus