Avaliação: Audi A3 Sedan é bom de dirigir. Mas poderia ser...

O A3 Sedan ganhou um facelift e passa a ter opção de quadro de instrumentos digital na versão 2.0 Ambition

Avaliação: não confunda este HR-V Touring com aquele outro Touring

Ao contrário do Civic Touring, que tem motor 1.5 turbo, o Honda HR-V Touring mantém o 1.8 das outras versões, porém é mais equipado

Avaliação: Chevrolet S10 Flex AT está em busca do terreno perdido

A Chevrolet S10 Flex passa a ser comercializada com transmissão automática de seis marchas. Antes, uma exclusividade da Toyota Hilux

Avaliação: Fiat Mobi confirma evolução com novo câmbio GSR

A linha 2018 do Fiat Mobi Drive reforça sua vocação urbana com o bom casamento entre o motor de 3 cilindros e o câmbio automatizado

Avaliação: Citroën C4 Lounge Origine se destaca pelo custo-benefício

Com o mesmo motor 1.6 turbo flex de 173 cv das versões mais caras, o C4 Lounge Origine se destaca pelo custo-benefício imbatível

Avaliação: Agora automática, Chevrolet S10 Flex vai incomodar a Hilux

A Chevrolet S10 Flex passa a ser comercializada com câmbio automático. Uma exclusividade antes só da Toyota Hilux

Avaliação: Lifan M7, um concorrente para o Chevrolet Spin?

Conheça o Lifan M7, uma alternativa para as famílias que precisam de espaço, mas não querem comprar um utilitário esportivo

Avaliação: Chevrolet Cobalt fica mais economico sem perder a força

O Cobalt 2017 ganha um motor muito mais econômico e que entrega o torque em rotações baixas, reduzindo o ruído a bordo

Avaliação: Ford EcoSport foi pioneiro, mas ficou para trás

Lançado em 2003, ele lançou tendência e foi líder de vendas por nove anos seguidos. Agora, enfrenta a concorrência renovada

Avaliação: Jeep Renegade ganha uma pitada extra de fôlego

As grandes novidades da linha 2017 do SUV compacto estão no novo motor 1.8 e na estreia da versão Limited, que chega por R$ 97.990

Avaliação: Nissan Kicks SV é ideal para o uso urbano

Rodando na cidade, a economia e a dirigibilidade agradam, mas falta força para pegar estrada, principalmente com o carro carregado

Avaliação: Peugeot 2008 investe em versão aventureira

Além das tradicionais versões 1.6 automáticas e 1.6 turbo manual, o crossover francês ganha a série limitada Crossway de 500 unidades

Avaliação: Honda HR-V não é perfeito, mas não lidera à toa

Modelo japonês é um dos que melhor se encaixa na classificação de crossover. Mas sua lista de equipamentos bem que podia ser maior

Avaliação: Hyundai Tucson se destaca pelo custo-benefício

Primeira geração do SUV coreano completa 11 anos no Brasil quase sem mudanças e, mesmo defasado, convive com seus dois sucessores

Avaliação: o Volvo XC90 T6 pensa mais que o motorista

O Volvo XC90 é considerado o SUV mais seguro do mundo e o mais inovador automóvel da marca sueca. Dirigimos a versão topo de linha do modelo 2017

Avaliação: Jeep Wrangler mostra forma aos 75 anos

Os anos passam e o Wrangler continua irretocável. E esta versão especial comemora os 75 anos da Jeep trazendo um visual exclusivo

Range Rover SV Autobiography LWB: transatlântico do asfalto por R$ 1...

O Range Rover SV Autobiography LWB oferece todo o luxo que você pode imaginar. Também pudera, ele custa o mesmo que três Volvo XC90 ou 33 Fiat Mobi. Um SUV espetacular

Avaliação: Hyundai ix35 muda para ficar mais eficiente

Linha 2017 estreia novos equipamentos e motor 2.0 flex com start-stop. O carro é bem equipado, mas não tanto quanto alguns concorrentes

Avaliação: Citroën C4 Lounge é revolução francesa em forma de turbo

A boa novidade da linha 2017 do C4 Lounge é a adoção do motor 1.6 turbo flex em todas as versões. E ele continua ótimo de dirigir

Avaliação: no Honda Civic Sport, a graça está no câmbio manual

Com a versão Sport, a Honda quer atrair a atenção dos mais despojados. E ela é a única da família a oferecer opção de câmbio manual de seis marchas

MAIS LIDAS

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.