Avaliação: Jeep Wrangler mostra forma aos 75 anos

Os anos passam e o Wrangler continua irretocável. E esta versão especial comemora os 75 anos da Jeep trazendo um visual exclusivo

Range Rover SV Autobiography LWB: transatlântico do asfalto por R$ 1...

O Range Rover SV Autobiography LWB oferece todo o luxo que você pode imaginar. Também pudera, ele custa o mesmo que três Volvo XC90 ou 33 Fiat Mobi. Um SUV espetacular

Avaliação: Hyundai ix35 muda para ficar mais eficiente

Linha 2017 estreia novos equipamentos e motor 2.0 flex com start-stop. O carro é bem equipado, mas não tanto quanto alguns concorrentes

Avaliação: Citroën C4 Lounge é revolução francesa em forma de turbo

A boa novidade da linha 2017 do C4 Lounge é a adoção do motor 1.6 turbo flex em todas as versões. E ele continua ótimo de dirigir

Avaliação: no Honda Civic Sport, a graça está no câmbio manual

Com a versão Sport, a Honda quer atrair a atenção dos mais despojados. E ela é a única da família a oferecer opção de câmbio manual de seis marchas

Avaliação: Audi A4 Ambition é sedã de família com tocada esportiva

Audi A4 Sedan Ambition se destaca como melhor sedã médio à venda no Brasil hoje. E aparece no Salão em sua nova e mais potente versão

Avaliação: Ford Fusion Hybrid é grande automóvel com pequeno consumo

Um dos destaques do estande da Ford no Salão de São Paulo, o Fusion Hybrid 2017 roda com dois motores, faz 16,8 km/l na cidade e ganhou novo visual

Avaliação: o Volvo XC60 vai longe na briga do diesel

O XC60 D5 estreia no segmento dos SUVs a diesel com um motor mais potente que os dos rivais diretos e roda 868 km sem reabastecer

Avaliação: Mercedes-Benz CLA 200 Vision

Apesar do preço elevado, o coupé de quatro portas agrada pela dirigibilidade e pelo conjunto de suspensão

Avaliação: Prisma Joy é um “Classic” para o século 21

Equilibrado, o Chevrolet chega ao mercado com a missão de substituir o Classic e ser o sedã mais barato da marca no Brasil

Avaliação: Spin Activ 2017 ficou mais econômica e melhor para dirigir

Na maior mudança desde o lançamento, o Chevrolet Spin Activ ganhou significativas alterações na mecânica e nos equipamentos

Avaliação: Toyota Hilux Flex mostra fôlego renovado

A Hilux Flex chega em nova geração. É hoje a única picapona bicombustível automática – e agora com um desempenho bem melhor

Avaliação: versão Joy voltou para ser a mais barata do Chevrolet...

A Chevrolet retoma a versão de entrada Joy, agora no Onix e no Prisma. Seus melhores atributos estão na boa relação custo-benefício

Avaliação: Toyota SW4 Flex é um SUV à moda antiga

O SW4 Flex finalmente chega para completar a linha da nova geração e deixa o utilitário esportivo japonês muito mais acessível

Avaliação: Golf Highline agora é flex para compensar câmbio e suspensão

O hatch médio agora tem motor 1.4 turbo flex de 150 cv, mas perdeu as fantásticas transmissão DSG7 e suspensão independente

Avaliação: Peugeot 208 Griffe 1.6 AT vai bem na cidade

O bonito Peugeot 208 com motor 1.6 possui duas versões automáticas, mas o fato de ter só quatro marchas aumenta seu consumo na estrada

Avaliação: Peugeot 208 Sport é esportivo… mas só no nome

O novo 208 Sport agrada pelo visual esportivo e atrai quem não liga para os cavalos a menos sob o capô (e 115 cv nem é tão pouco)

Avaliação: Honda City é carro racional, mas com sabor salgado

O City é racional pelo espaço interno e porta-malas volumoso. Apesar das qualidades, a dirigibilidade não empolga e o preço desanima

Avaliação: TTS Roadster mostra que nada é tão bom que não...

Pensando em um TT Roadster? Não feche negócio antes de conhecer sua versão apimentada – esse Audi TTS Roadster que estreia no Brasil

Avaliação: Quem não quer um Mercedes GLS, o SUV do Classe...

O Mercedes-Benz GLS 350d estreia o novo nome e o visual elegante dos utilitários derivados do sedã de luxo, com diesel e tração integral

MAIS LIDAS

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.