3º LUGAR – Nissan March 1.0

Claudio Larangeira

O carro de entrada da Nissan é uma opção interessante para quem busca um veículo pequeno, barato (R$ 27.690) e, ao mesmo tempo, econômico. Fabricado no México e utilizando um motor que é praticamente o mesmo do Clio nas versões 1.0, o March obteve um bom terceiro lugar nessa disputa de carros bastante econômicos. Muito provavelmente o March teria registrado números melhores de consumo se tivéssemos recebido uma unidade de duas portas e sem ar-condicionado – configuração que não é oferecida
em nosso mercado. Tendo de transportar duas portas a mais e um compressor de ar-condicionado (que se manteve desligado durante o teste), o March saiu prejudicado por carregar um peso inútil, ao contrário de adversários com motor 1.0.


No teste rodoviário, o March foi o carro do qual os motoristas mais reclamaram quando o assunto foi performance. No trecho de estrada em que medimos o consumo a 120 km/h, o carro da Nissan mostrou dificuldade em acompanhar o grupo, principalmente nos trechos de longas subidas, quando ficava para trás. Sempre pediu redução de marcha e os ventos provocaram desvios de trajetória. O maior peso do carrinho japonês, contando com o pequeno torque de um motor 1.0, foi fundamental para seu terceiro lugar. Por isso, se você gosta do March e utiliza bastante as rodovias, faça a opção pela versão 1.6, que não é tão econômica quanto essa 1.0, mas tem um desempenho muito mais adequado. Por outro lado, na cidade o carrinho foi muito bem, obrigado. Ele mostrou ser um veículo bastante apropriado para uso urbano. E vai melhor rodando com gasolina.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel