A estrela do meio

A linha Mercedes se movimenta com um efeito dominó. A chegada do CLA, cupê/sedã da nova família de tração dianteira, empurrou o Classe C para cima: com fabricação con rmada para o Brasil no ano que vem, ele cou maior e mais tecnológico. O Classe C, por sua vez, vai acabar empurrando o Classe E para cima. Mas a Mercedes está tomando um cuidado especial ao mexer no modelo. A nal, ele é o coração de sua gama, a estrela do meio entre o Classe C e o Classe S. O novo Classe E terá a tarefa de preservar e rea rmar seu papel de “representante dos valores da marca”. Além disso, a quinta geração do sedã, que chega entre 2016 e 2017, deverá ajudar a levar a Mercedes de volta ao topo do mercado mundial de luxo – posto que perdeu para a BMW. 


Na mecânica, ainda é muito cedo para arriscar um palpite de nitivo sobre novas motorizações, além da versão esportiva AMG e da híbrida – essa última com novas opções plug-in desenvolvidas em conjunto com a americana Tesla. Obviamente, haverá novas medidas para redução do consumo de combustível e das emissões de poluentes. A aventada volta ao motor de 6 cilindros em linha é possível, mas improvável.

Quanto ao estilo, o próximo Classe E escolhe o caminho da evolução. Os consumidores clássicos do modelo são executivos que não gostam de mudanças radicais – preferem uma pacata continuidade. Claro que ele terá inovações para conquistar compradores mais jovens – e seu comportamento dinâmico deve ser temperado com atenção para os mais conservadores. Nessa perspectiva, manterá as duas opções de design dianteiro: com a estrela clássica no capô, para os mais maduros; e, como alternativa, a estrela na grade, que é mais esportiva. 

Já em relação aos equipamentos, o futuro Classe E – que, com a utilização de materiais mais leves na carroceria,  cará até 100 quilos mais enxuto – é quase obrigado a se inspirar no maior símbolo da  marca, o topo de linha Classe S. Dizem por aí que a Mercedes está até estudando um sistema de direção semiautomático para uso na estrada: o motorista o ativa, liga o tablet ou o notebook e vai cuidar de seus negócios.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorSmart sob medida
Próxima notíciaEspécie em extinção