Ainda precisa melhorar

Desde que foi lançado, em 2005, nada havia mudado no CrossFox. Agora a Volks fez algumas adaptações no modelo e solucionou alguns problemas do carro. Mas não todos. O quebra-matos foi substituído por um pára-choque no estilo offroad, que imita o antigo acessório. Uma opção mais moderna e que oferece menos risco aos pedestres em caso de atropelamento. A incômoda abertura do porta-malas, que exigia o deslocamento do suporte do estepe, foi solucionada. Agora uma maçaneta facilita o acesso.

Uma outra mudança foi melhor para a VW do que para o consumidor: as rodas de liga, antes de série, agora são opcionais (R$ 410). De série, oferece rodas de aço estilizadas, mais pesadas. Os problemas não solucionados: o porta-luvas merecia uma tampa (que já é vendida em concessionárias) para não deixar seu conteúdo exposto. Os ruídos internos continuam altos, principalmente no banco traseiro e no suporte do estepe. E o con- TesteRápido trole de som no volante (R$ 4.090, acompanha CD Player) obriga a compra dos airbags.

A questão do preço também é delicada. Por R$ 45.050, só oferece direção hidráulica. Os opcionais são muitos, e caros: a cor amarela, do modelo avaliado, sai por R$ 1.650; o pacote trio elétrico custa R$ 2.670; freios com ABS, R$ 2.990; ar-condicionado, R$ 3.850, e por aí vai… No modelo mais completo, o preço sobe para R$ 65.530. Um preço salgado para o que oferece!

 

COMPARTILHAR
Notícia anteriorChegou o Fiat Punto
Próxima notíciaFrankfurt em tempo real