Americano dirige picape de R$ 800 há 38 anos

0
90

Para muitos motoristas sem condições de comprar (e manter) um carro mais novo, a única opção é comprar um carro velho e utilizá-lo até ele quebrar de vez. Era exatamente esse o pensamento do americano Bob Sportel quando, em 1976, ele adquiriu uma picape Chevrolet 1957 pelo equivalente a US$ 311 atuais (R$ 833). A diferença é que ele mantém o mesmo veículo até hoje. E no mesmo estado precário de conservação.

De acordo com uma reportagem da rede de TV americana NBC, Sportel procurava um carro barato que o levasse até o trabalho quando um fazendeiro ofereceu para ele a picape, já em mau estado de conservação. Na época, ele avaliou que o utilitário teria que durar no mínimo quatro anos, tempo necessário para adquirir um carro mais novo.

Mas o tempo passou e nada de Sportel largar a picape. Ele mesmo se encarregou da manutenção do utilitário, mas não gastou um centavo além do necessário para manter a Chevrolet 1957 em funcionamento. Buracos na lataria, por exemplo, foram cobertos com massa epóxi, assim como o revestimento dos bancos foi refeito com um cobertor e fita adesiva. Nem o escapamento, todo furado, recebeu atenção.


Bob estima que tenha gasto menos de US$ 1.000 (R$ 2.679) em manutenção nas quatro décadas com a picape. O único cuidado mais frequente é com a troca de óleo, feita religiosamente a cada três meses. O dono acredita ter rodado cerca de 480 mil quilômetros com o veículo. A quilometragem real não foi registrada porque o americano comprou a picape com o velocímetro quebrado e nunca se importou em resolver o problema.