Andamos no segredo


A camuflagem floral cobre quase toda a carroceria. O logotipo BMW foi retirado do capô e do volante. Adesivos pretos protegem partes do habitáculo, que ainda não é definitivo. O X1 será apresentado oficialmente em setembro, no Salão de Frankfurt, e começa a ser vendido na Europa em outubro – e nos EUA apenas em 2011. Mas nos infiltramos e tomamos lugar no banco do motorista de um dos carros de teste. Uma reportagem realizada em circunstâncias tão intrigantes quanto secretas.

A primeira sensação é ambígua: não se descobre se o X1 é carne ou peixe, fruto de uma improvável mistura de uma perua com um SUV. O que o separa do X3 não são apenas os 13 cm a menos de comprimento (o X1 tem 4,45 m, com 2,76 m de entre-eixos), mas uma arquitetura completamente distinta. Sua plataforma é a mesma da Série 3, mas severamente modificada pelos engenheiros alemães. Apertando o botão start, o motor se acende. É hora de saber o que se esconde debaixo da pele do menor dos representantes da família X.

Enquanto a Mercedes chegou antes com seu SUV compacto, o GLK, a Audi será a última das marcas premium alemãs a entrar no segmento. Depois de encolher o Q7, lançando o Q5, será a hora de diminuir ainda mais este último, chegando-se ao Q3 (projeção digital acima). O esquema de tração integral é semelhante ao do VW Tiguan, e o esquema da suspensão é do tipo MacPherson na dianteira e multilink na traseira, como no X1. Os motores a gasolina terãoinjeção direta (com 160 cv a 200 cv) e ainda haverá uma opção a diesel, com quatro cilindros e (também) 204 cv.

A impressão de desilusão inicial torna-se uma vaga lembrança. No final das contas, o que mais surpreende no X1 é justamente essa sua natureza “híbrida”. Sobre uma pista esburacada de terra, com obstáculos de grande exigência, o carro se mostra ágil: encontra brechas em meio às depressões e às pedras, e se mantém colado ao chão mesmo quando passa por um trecho de mato molhado, escorregadio como gelo. Sai da poça com desenvoltura, salvo por uma suspensão “come-buraco” com esquema MacPherson na dianteira e multilink na traseira, profundamente retrabalhada com relação àquela da Série 3.

Se não fosse pelo percurso fora de estrada, poderíamos pensar que estávamos a bordo de um cupê: o X1 é divertido de guiar! Esse comportamento pode ser atribuído à suspensão compacta, à tração integral xDrive – que divide a tração entre os eixos dianteiro e traseiro –, a uma bem equilibrada distribuição de peso e ao esterço hidráulico, sempre preciso. Já na cidade, quando lhe ocorre que o X1 não é exatamente uma pluma (1.500 kg), você começa a desejar a assistência elétrica, que será opcional.

Com motor diesel biturbo e tração integral, o X1 é divertido de guiar como um cupê e excelente no fora de estrada

As imagens oficiais, tanto externas quanto internas, do novo X1 foram divulgadas pela marca, embora seu lançamento oficial esteja previsto apenas para setembro, no Salão de Frankfurt.

O motor biturbo de 204 cv acoplado à transmissão automática sequencial de seis marchas (haverá também um câmbio manual de seis marchas) ajuda (e muito) na sensação divertida a bordo do modelo. Com um torque abundante de 40,8 kgfm, leva o modelo aos 100 km/h em 7,3 segundos. A gama de motores compreenderá ainda um dois litros turbodiesel de 143 cv, um dois litros a gasolina de 177 cv e um seis cilindros 2.8, também a gasolina, de 243 cv. Na Europa, o modelo parte dos 30 mil euros. Sua chegada ao Brasil pode ser esperada para 2010, e o preço não deverá ser menor que R$ 200 mil.

A última provocação da BMW segue os passos do X6 que você vê nesta edição, com as mesmas linhas ousadas e controversas. Trata-se do Série 5 Gran Turismo, um cupê de cinco portas e cinco metros que será lançado ainda este ano. A distância entre-eixos é de generosíssimos 3,07 metros, igual à do Série 7. A novidade terá suspensão pneumática e um novo câmbio automático de oito marchas. Sua versão top de linha, a 550i, terá um motor V8 biturbo de 407 cv e mais de 60 kgfm de torque (!!!). Força e potência sufi cientes para fazê-lo acelerar de zero a 100 km/h em 5,5 segundos.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

COMPARTILHAR
Notícia anteriorPara pequenas famílias
Próxima notíciaUma vida na fórmula 1