Android Auto: smartphone ao volante sim, mas com segurança

1893

Sejam presos com suportes, sejam encaixados no porta-copos ou painel, as pessoas têm usado smartphones ao volante. E muito. O navegador tem informações de trânsito completas em tempo real, a rádio via internet e o Spotify fazem falta e as mensagens do WhatsApp não param de chegar. Até surgiram carros capazes de espelhar a tela do celular ou integrar apps às suas centrais – mas, principalmente agora, com a chegada do Android Auto, tudo isso parece apenas gambiarras.

Afinal, se é para integrar smartphones a carros, ninguém melhor para fazê-lo que os próprios fabricantes de smartphones e seus sistemas, não? É por isso que Apple e Google, donos do iOS e Android, vão dominar os painéis dos carros. O Google é o primeiro a chegar ao Brasil – o app Android Auto já está disponível para download –, mas a Apple também chega em breve com seu CarPlay.

O funcionamento do Android Auto é simples: plugue o aparelho na entrada USB, aguarde a configuração e pronto! A partir daí, você tem um acesso intuitivo às funções com uma home desenvolvida para não roubar atenção do motorista. Ela traz informações do clima e chamadas, acesso fácil ao Google Maps (para mim, melhor que Waze) e apps de música como Google Play Música, Spotify e rádios virtuais, além de leitor de mensagens do WhatsApp.

O melhor de tudo é o sistema de comandos de voz completo (já disponível nos smartphones mais atualizados), chamado de Google Now (basta dizer “OK Google” e frases como “vai chover?”, “navegar para casa”, “ligar para fulano” ou “ouvir jazz” que ele obedece). Pena que ainda é difícil encontrar carros compatíveis. Por enquanto, no Brasil o Android Auto só funciona nos novos Honda Accord e Chevrolet Cobalt, além de alguns Volkswagen com as centrais multimídia topo de linha (sempre opcionais). Fiat, Ford, Hyundai, Mitsubishi e Suzuki devem se tornar compatíveis ainda este ano.

blog comments powered by Disqus