Anfavea projeta crescimento de um dígito na produção em 2017

0
1012
Carro zero está mais barato que alguns seminovos
Carro zero está mais barato que alguns seminovos

Presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Antonio Megale afirmou durante o Fórum Salão do Automóvel 2016 — evento paralelo ao Salão que reúne dirigentes do setor — que a produção de automóveis no Brasil deve voltar a crescer em 2017, na casa de um dígito.

A razão para essa projeção é a expectativa do fim da crise econômica no País e o crescimento da safra agrícola no próximo ano, que irá colaborar para a retomada nos setores de máquinas e veículos pesados. “Ainda não temos os números fechados, mas acreditamos que será um bom crescimento, dada a crise pela qual o país passa e que acreditamos estar chegando ao fim, pelo menos para o setor”, afirmou Megale.


A expectativa do setor é fechar este ano com queda de 19% na produção. Até outubro, as montadoras com fábricas no Brasil haviam produzido 1.671.481 automóveis de passeio e comerciais leves. No mesmo período de 2015 a produção foi de 2.025.417 veículos leves.