Após carro mais caro do mundo, Bugatti promete novidades

Bugatti La Voiture Noir (o carro mais caro do mundo) e Atlantic Type 57
La Voiture Noir, o carro mais caro do mundo, à frente e o Atlantic Type 57 ao fundo: algumas das apresentaçòes da Bugatti em 2019

O ano de 2020 deve ver surgir novidades para contratar com o carro mais caro do mundo. A promessa é de Stephan Winkelmann, presidente da Bugatti, que comemorou 110 anos de existência no ano passado. La Voiture Noire (ou O Carro Preto em tradução livre) foi lançado em 2019 e apelidado de carro mais caro do mundo por custar quase R$ 50 milhões. Este ano, a montadora promete o Divo, um hiper esportivo desenhado para aceleração lateral.

Com o Divo, a Bugatti amplia sua tradicional linha de construção de carrocerias, que envolve o desenho exclusivo aplicado a um chassi já existente. Este conceito recebeu muita atenção recentemente. A pequena série de apenas 40 aunidades já está toda vendida antes mesmo de ter sido apresentada.

+ Raro Chevrolet Corvette Coupé custa mais que um Bugatti Chiron
+ Bugatti Chiron alcança 490 km/h e bate recorde; confira o vídeo
+ Porta-voz desmente que CR7 teria comprado o Bugatti mais caro do mundo

Já a produção do Chiron deve seguir até o final de 2021 e pouco menos de 100 das 500 unidades prometidas estão ainda disponíveis no mercado.