Após renuncia de Carlos Ghosn, Renault nomeia novos executivos

Acusado de fraude fiscal no Japão, executivo brasileiro está detido desde novembro

Divulgação

Poucas horas após a renuncia de Carlos Ghosn, a Renault anunciou nesta quinta-feira (24) os executivos que irão assumir o posto do brasileiro.

Jean-Dominique Senard agora é o presidente. Ele passa a ser o principal nome da marca francesa no conselho da Aliança Renault-Nissan. Já Thierry Bolloré, que era o chefe interino, assume definitivamente o cargo de CEO da Renault.

Acusado de fraude fiscal no Japão, Ghosn deve permanecer detido pelo menos até o dia 10 de março. O executivo brasileiro teve vários pedidos de liberdade negados pela Justiça do país asiático.