Apple CarPlay e Android Auto: smartphone no painel ou painel com smartphone?

Divulgação

Depois de dominar o mundo dos telefones, os sistemas operacionais Apple iOS e Google Android disputam agora o painel do seu carro. Estão chegando ao mercado europeu e norte-americano, e também ao Brasil (já no novo aparelho das versões topo do VW Fox, em breve em modelos como o Chevrolet Cruze de próxima geração), versões desses sistemas especificamente desenvolvidas para o uso ao volante: Apple CarPlay e Android Auto. Chegam para salvar os tradicionais sistemas multimídia com GPS dos carros da completa obsolescência diante dos smartphones, mais tecnológicos e atualizados com uma frequência maior do que a com que se costuma trocar de carro.

Não dá para negar que nos últimos anos as fabricantes de carros gastaram muito tempo e dinheiro desenvolvendo seus sistemas multimídia, com alta conectividade, navegadores por GPS inclusive com informações de trânsito e outros recursos interessantes. Ford SYNC, Chevrolet MyLink, Renault MediaNAV e Fiat Chrysler UConnect, entre outros sistemas, bem que tentaram criar suas próprias interfaces, algumas melhores que as outras – mas muitos consumidores acabavam é colocando seus smartphones para funcionar, conectando-os via bluetooth para ouvir música, usando apps como Waze e Google Maps para fugir do trânsito, etc. Preferiam lidar com aquele aparelhos para o qual olham boa parte do dia, e usar seus recursos – sempre mais atualizados, mais conectados, mais familiares…

Em um segundo momento, alguns modelos passaram a oferecer a opção mirror link, que simplesmente espelha exatamente o que aparece na tela do celular na tela central da central multimídia (Honda HR-V, o próprio VW Fox e Suzuki S-Cross, entre outros modelos, já têm esse recurso). Uma solução que já comprova que grandes marcas desenvolverem sistemas como esses não está com nada… pois estarão sempre fadados à serem superados em pouco tempo por smartphones mais avançados.

Por isso mesmo, no fim, quem ganhou foram justamente os smartphones. Não vão ficar pendurados em suportes no painel, porta-objetos ou no colo do motorista, mas integrados completamente ao painel do carro – justamente com o uso do Android Auto e do Apple CarPlay. Trazem tudo com que o usuário está acostumado, mas com adaptações para serem mais eficientes e práticos para uso nos carros. Melhor para o cliente e um problema a menos para as montadoras. A resposta ao título desse post é: “nem um, nem outro”. O casamento do smartphone com o painel parece ser o final feliz dessa história. Em breve no seu carro.