Argentina cria plano de desconto na prestação do carro

Transferência online de veículos a compradores começa a funcionar
Transferência online de veículos a compradores começa a funcionar

O governo da Argentina anunciou nesta semana um plano de desconto na prestação do carro financiado. O pacote oferecerá descontos entre 10% e 30% nas parcelas mensais, embora aumente a quantidade de mensalidades. O benefício se aplica apenas a carros 0Km comprados entre abril e setembro de 2018.

+ Como congelar prestação do carro por 60 dias
+ Coronavírus: vendas têm queda de 22%; Onix lidera
+ Campeã de vendas, nova Honda NXR chega ao mercado

O governo avalia que nestes meses houve os maiores aumentos nas parcelas de carros 0km. O plano de desconto na prestação do carro financiado será concedido apenas a uma lista específica de modelos.

No Brasil, quem comprou veículo com financiamento pode atrasar o pagamento da prestação do carro por 60 dias sem multa. A medida é parte do pacote de ajuda fiscal estipulado pelo Governo Federal durante a pandemia de coronavírus, segundo determinação do Conselho Monetário Nacional (CMN).

O benefício vale para todos que tenham feito financiamento de automóveis nos bancos. A única exigência é que as prestações estejam em dia. A exceção é na Caixa Econômica Federal, onde financiamentos com até duas prestações em atraso também podem ser pausados.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel