Artura é o nome do novo supercarro híbrido da McLaren

O Mclaren Artura chegará no primeiro semestre do próximo ano. Embora sem os dados divulgados, o motor será um V6 combinado a propulsor elétrico

McLaren Artura
Foto: Divulgação

A McLaren Automotive divulgou uma pequena amostra do Artura, o novíssimo superesportivo híbrido do fabricante com estreia no primeiro semestre do próximo ano. Da experiência adquirida do hypercar McLaren P1, apresentado em 2021, e o mais recente Speedtail GT, cuja velocidade máxima é de 403 km/h, o Artura será o primeiro modelo de produção da série High-Performance Hybrid.

“Cada elemento é totalmente novo. Desde a arquitetura da plataforma até o trem de força híbrido, mas se baseia em décadas de experiências da McLaren em tecnologias de carros de corrida/rua para oferecer toda a nossa experiência em eletrificação de supercarros”, comenta Mike Flewitt, CEO da McLaren Automotive.

Foto: Divulgação

+ Renault Captur vira híbrido plug-in e roda 50 km só com eletricidade
+ Banco dá desconto em financiamento de carro elétrico
+ Viagem de carro: um roteiro para conhecer o Jalapão de 4×4
+ CNH vencida volta a ter prazo para renovação; veja datas

O motor será um V6 biturbo a gasolina combinado a propulsor elétrico. Desta forma, permitindo deslocamentos urbanos com zero emissões de poluentes. Infelizmente, os dados técnicos do ‘High-Performance Hybrid (HPH) ou híbrido de alto desempenho, em tradução livre’ não foram revelados por completo pelo fabricante de Woking.

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel