Audi Q3: um pequeno grande motor 1.4 com fôlego de sobra

Audi Q3 (Roberto Assunção)

O provérbio “quem vê cara não vê coração” pode dizer muito sobre este Audi Q3. O crossover passou a ser vendido com motor 1.4 turbo nas configurações Attraction (R$ 127.190) e Ambiente (R$ 144.190). Segundo a Audi, esse propulsor não é propriamente igual ao dos modelos A1, A3 Sportback e A3 Sedan, de 122 cv. Para chegar a 150 cv de potência, o “miliquatro” sofreu mudanças nos coletores de admissão, de escape e no turbo, entre outras. Esse mesmo propulsor equipará o VW Golf e o Audi A3 Sedan, ambos com produção em São José dos Pinhais (PR) neste ano. Contudo, eles serão bicombustíveis de 150 cv de potência quando abastecido com etanol.

Os 1.405 quilos do Q3 são movidos com facilidade e o desempenho é entregue de forma progressiva. Em muitos momentos, nem sentimos a falta das versões 2.0 TFSI (de 180 cv ou de 220 cv). O que também torna a dirigibilidade agradável é o torque disponível logo a 1.500 rpm, além do funcionamento do câmbio de dupla embreagem de seis velocidades. Ainda é possível trocar sequencialmente as marchas pelas borboletas atrás do volante ou pela alavanca. Essa caixa permite andar sempre com o giro baixo cooperando tanto no silêncio interno quanto no consumo.


O Audi Q3 1.4 Ambiente tem rodas aro 18, bancos de couro, ar-condicionado manual, quadro de instrumentos no padrão dos demais Audi e tela multimídia no alto do painel

E para ser eficiente, o Q3 tem Start-Stop (desliga o motor em breves paradas) e o sistema Roda Livre, que engata o ponto-morto do câmbio ao tirar o pé do pedal do acelerador. Durante nossa avaliação, registramos médias urbanas de até 12 km/l. A dinâmica do Q3 é semelhante à de um hatch médio, com pouca inclinação de carroceria nas curvas e boa estabilidade. Para incrementar a condução, o Drive Select tem os modos Efficiency, Comfort, Auto e Dynamic, que alteram parâmetros do carro, como as respostas do pedal do acelerador, da transmissão, da caixa de direção e do ar-condicionado. A tração é dianteira e as suspensões garantem o conforto a bordo. Já as rodas de liga leve aro 18 vestem pneus de medidas 235/50.

Por dentro, o Q3 Ambiente exibe acabamento de qualidade, bom espaço para os ocupantes e alguns mimos a mais, como bancos dianteiros com ajustes elétricos, teto solar panorâmico, ar-condicionado de duas zonas, sensor de luz e de chuva e tampa do porta-malas com abertura e fechamento elétrico. Apesar da bem-vinda chegada do motor 1.4 ao Q3, o crossover também estreou um visual revisto. Os faróis foram redesenhados com luzes diurnas (DRL) e xenônio. O para-choque recebeu entradas de ar maiores e, atrás, as lanternas são de LED. Com tudo isso, o Q3 está pronto para continuar na briga com os rivais BMW X1, já fabricado em Santa Catarina, e Mercedes-Benz GLA, que será produzido no Brasil no próximo ano. Só falta o Q3 virar nacional. E ele vai, também em 2016.

—–

Ficha técnica:

Audi Q3 Ambiente 1.4 TFSI

Motor: 4 cilindros em linha, 16V, comando variável, injeção direta
Cilindrada: 1395 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 150 cv de 5.000 a 6.000 rpm
Torque: 25,5 kgfm entre 1.500 e 3.500 rpm
Câmbio: dupla embreagem, seis marchas, sequencial
Tração: dianteira
Direção: elétrica
Dimensões: 4,388 m (c), 1,831 m (l), 1,590 m (a)
Entre-eixos: 2,603 m
Pneus: 235/50 R18
Porta-malas: 460 litros
Tanque: 64 litros
Peso: 1.405 kg
0-100 km/h: 8s9
Velocidade máxima: 204 km/l
Consumo: não disponível
Nota do Inmetro: não participa
Classificação na categoria: não participa

Veja também

+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar