Audi Q7

867

É um SUV, mas há tempos chamo o Audi Q7 de transatlântico do asfalto. E sem pensar duas vezes eu o compraria e desfrutaria diariamente de todo seu luxo, esmero e experiência ao volante. Sendo esse último item que me levaria a pagar mais de R$ 400.000 por ele. Aliás, o motor V6 3.3 dotado de compressor volumétrico junto do câmbio automático de oito marchas proporciona uma condução sensacional. Não só as respostas são de prontidão, como a tração é integral e o diferencial autoblocante pode enviar 70% da força ao eixo dianteiro e 85% atrás.

Essa agilidade do Q7 é outro ponto chave e ele nem parece ter mais de 5 metros de comprimento – nessa atual geração, o peso foi diminuído em 325 kg frente ao antecessor. Para deixá-lo melhor, meu Q7 traria o eixo traseiro dinâmico, ajudando em sua dirigibilidade. Esse opcional de R$ 32.000 (mais que o valor de um Chery QQ completo) em baixas velocidades esterça as rodas dianteiras no sentido oposto das traseiras; em velocidades maiores os dois eixos viram no mesmo sentido. E no mesmo pacote ainda viria o assistente de visão noturna e os faróis Full LED.

Do alto dos meus 35 anos, agora priorizo o conforto e faria um investimento nas suspensões a ar (R$ 30.000), além do pacote Assistance Tour (R$ 13.000), composto pelo controle de cruzeiro adaptativo com o Traffic Jam Assist e assistente de faixa capazes de fazer do Q7 um semi-autônomo. Só não pagaria pelos sete assentos (R$ 11.000), pois não sou casado e tampouco tenho filhos. Embora o Audi Drive Select tenha o modo off-road, sou um consumidor do asfalto e nunca colocaria esse SUV em estradas de terra ou trafegaria por locais enlameados. Pode parecer excesso de preciosismo, mas vai trabalhar para juntar R$ 515.990, não é mesmo?

Eu poderia ter escolhido algum dos modelos citados pelos meus colegas. Entretanto, estou no meio do caminho entre os 30 e 40 anos e acho o visual do Q7 bastante arrojado. Questão de gosto pessoal. Além disso, ainda pesa a favor do Audi o meu gosto por carros alemães. E sonhar não custa nada.

E SE EU TIVESSE SÓ R$ 100 MIL

Escolheria o Jeep Renegade, por sua personalidade. E essa versão Night Eagle (R$ 96.490), com motor flex 1.8 e câmbio AT6, me instiga pelo visual “bandidão”.


Ficha técnica:

Audi Q7 Ambition

Preço básico: R$ 413.990
Carro avaliado: R$ 515.990
Motor: 3.0 turbodiesel
Potência: 333 cv de 5.500 a 6.500 rpm
Torque: 44,9 kgfm de 2.900 a 5.300 rpm
Câmbio: AT8
Pneus: 285/45 R20 (d/t)
Porta-malas: 890 litros
Consumo cidade: 6,7 km/l
Consumo estrada: 7,9 km/l
Emissão de CO2: 192 g/km
Nota do Inmetro: E