Avaliação: Ao volante do furioso Audi R8 Coupé

Avaliamos na pista o superesportivo Audi R8 Coupé e ele continua arrancando sorrisos ao provocar o pedal do acelerador. É uma obra de arte da engenharia moderna

Audi R8 Coupé
Foto: Divulgação

Acordar cedo em plena segunda-feira é desafiador para a maioria dos brasileiros. Contudo, pular da cama às cinco e pouco da manhã para curtir um dia de pista a bordo dos novos Audi RS compensa as poucas horas de sono da noite anterior.

O local é o traçado de 2.700 metros de extensão do Autódromo da Fazenda Capuava, no interior de São Paulo, com 16 curvas e trechos de alta e de baixa velocidade. À minha frente o line-up composto pelos modelos RS 6 Avant, RS 7 Sportback, RS Q8, RS Q3, RS Q3 Sportback, além do desejado e cobiçado R8 Coupé.

Um ingresso para a Disneylândia dos apaixonados por carros e, principalmente pela engenharia alemã associada ao puro prazer de dirigir. Embora tenhamos seguido uma ordem de carro para carro, eis que iniciarei contando como é guiar o Audi R8 Coupé em seu habitat natural.

+ Hyundai lança novo SUV Creta com preço abaixo dos R$ 100 mil
+ Segredo: Ioniq 5, o crossover elétrico da Hyundai que chega ainda em 2021
+ Empresa russa cria Ford Mustang com base de Tesla Model S
+ Caoa Chery Tiggo8 chega com valor promocional de R$ 156.900

Afinal, a minha última vez a bordo do Audi R8 Coupé  foi há três anos em trajetos urbanos e rodoviários. Calma, amigo leitor, não vamos deixar de lado os demais “jatos” da Audi e também iremos publicar oportunamente as suas avaliações. Por isso, fique ligado no site da Motor Show.

É hora do show!

Com motor aspirado V10 de mais de furiosos 600 cv de potência e 57,10 kgfm de torque, podemos chamar o Audi R8 Coupé de um carro de pista homologado para a rua. A beleza das linhas impõem respeito e a experiência inicia ao tomar assento, com uma posição de dirigir ultrabaixa e atrás de mim apenas o motor de dez cilindros em “V”.

Audi R8 Coupé
Foto: Divulgação

Aqui, você se preocupa em olhar para frente e é preciso respeito pela máquina, além de controlar o pedal do acelerador. Afinal, o poderio mecânico aparece na forma de respostas brutais, que possibilitam acelerar da imobilidade aos 100 km/h em rápidos 3,2 segundos e cravar a velocidade máxima de 330 km/h.

A relação peso-potência é de 2,77 kg/cv, enquanto a potência específica de 117,21 cv/litro. É um ode ao desempenho com apetite pelos giros altos. A partir de 5.000 rpm ele  demonstra a sua voracidade e uma incrível capacidade de caminhar para frente em ritmo forte.

Saindo da última curva do circuito, chegamos ao final da reta dos boxes aos 180 km/h rapidamente e tudo isso embalado pelo som magnífico do V10 “aspiradão”. E sem o “irritante” turbo lag (aquele atraso antes de o turbocompressor encher). É potência e torque entregues no pé e…na forma de um soco na boca do estômago.

O desempenho do “primo” do Lamborghini Huracán é auxiliado pela caixa de dupla embreagem S Tronic de sete marchas, que parece adivinhar os pensamentos do condutor, seja nas mudanças ou nas reduções. A comunicabilidade da caixa de direção é exemplar, assim como, o impressionante equilíbrio no contorno de curvas. O downforce é beneficiado pela asa traseira capaz de gerar 100 kg na velocidade máxima de 330 km/h.

É grudado no chão o tempo inteiro e a tração integral quattro pode enviar 100% da força para frente ou atrás, dependendo do estilo de condução. Após algumas voltas retornei aos boxes e não à toa as 25 unidades do Audi R8 Coupé disponíveis em fase de pré-venda foram vendidas em menos de uma semana.

Um superesportivo para poucos

Uma obra da engenharia moderna, mas com preço de R$ 1.234.990. De acordo com o fabricante das quatro argolas, o Audi R8 Coupé pode ser customizado ao gosto do cliente e estão disponíveis mais de 1,6 milhão de combinações permitindo que nenhum superesportivo seja semelhante ao outro.

Entre os itens personalizáveis estão: as cores da carroceria, os side blades, os acabamentos do exterior/interior, os revestimentos dos assentos/teto, as capas dos retrovisores, a cor do logotipo da Audi/das pinças de freios e o desenho das rodas de 20”, só para citar.

Uma pena que ele seja para poucos. Quem sabe um dia!

Audi R8 Coupé
Foto: Divulgação

FICHA TÉCNICA

AUDI R8 COUPÉ
Preço básico: R$ 1.234.990
Carro avaliado: R$ 1.234.990

Motor:dez cilindros em V 5.2, 40V,  comando variável, injeção direta e indireta
Cilindrada:
5.204 cm³
Combustível:
gasolina 
Potência:
610 cv a 8.100 rpm
Torque:
57,1 kgfm a 6.700 rpm
Câmbio:
automatizado, sete marchas
Direção:
elétrica
Suspensão:
braços sobrepostos (d/t)
Freios:
discos de carbono cerâmica (d/t)
Tração:
integral
Dimensões:
4,429 m (c), 1,940 m (l), 1,236 m (a)
Entre-eixos:
2,650 m
Pneus:
245/30 R20 (d) e 305/30 R20 (t)
Porta-malas:
112 litros
Tanque:
80 litros
Peso:
1.695 kg
0-100 km/h:
3s2
Velocidade máxima:
330 km/h
Consumo cidade:
5,2 km/l
Consumo estrada:
6,8 km/l
Emissão de CO2:
241 g/km
Nota do Inmetro:
E
Classificação na categoria:
E (Esportivo)

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar