Avaliação: Audi A5 Sportback avança um degrau rumo ao futuro

A segunda geração do Audi A5 Sportback está completamente renovada e ainda ganhou assistente de congestionamento! É como ter um chofer sem precisar pagar o salário dele

Para ir e voltar da redação são 22 km e gasto pouco mais de uma hora. Estressante? Nos dias a bordo do Audi A5 Sportback, foi tão tranquilo quanto assistir televisão na minha sala. Isso é vida! Afinal, o assistente de congestionamentos foi o meu “amigão” no trânsito. Em primeiro lugar, acionei o Lane Assist (assistente de faixas) e o piloto automático adaptativo (ACC). Voilà! A partir daí, o A5 Sportback tomou o controle automaticamente. Para ganhar vida, o A5 Sportback usa câmera de alta resolução atrás do retrovisor interno para ler as faixas, radares instalados no local dos faróis de neblina, sensores de proximidade nos para-choques (quatro no dianteiro e quatro no traseiro) e os dados do navegador.

Confesso que fiquei mal acostumado tanto pela praticidade quanto pela suavidade de operação do sistema (funciona até 65 km/h). De tão relaxado, em certos momentos, o carro até “puxou minha orelha” por não colocar as mãos no volante. O novo A5 dá essa bronca dependendo da situação, quando as faixas da pista não estão visíveis ou quando há motos passando no corredor. Já ao ficar parado por mais de 6 segundos no engarrafamento, o start-stop desligou o motor, reduzindo a emissão de poluentes e o consumo. Quando o veículo à frente acelerou e o propulsor foi imediatamente religado, dei um toque no acelerador para seguir viagem. Além de toda essa assistência, seja na estrada ou na cidade, o piloto automático adaptativo ainda consegue contornar as curvas totalmente sozinho.

Estava curtindo a ideia de ter um chofer. Entretanto, já era hora de tomar as rédeas. O bloco 2.0 turbinado dessa versão Ambition Plus é o mesmo do A4 Ambition. Com 252 cv de potência e torque disponível em ampla faixa de giro, proporciona arrancadas vigorosas, também cooperadas pela tração integral Quattro. O câmbio de dupla embreagem é rápido no gatilho e pude trocar sequencialmente as sete marchas pela alavanca ou pelas borboletas do volante. Esse Audi oferece um desempenho primoroso, além de cinco modos de condução (Efficiency, Comfort, Auto, Dynamic e Individual).

Após experimentar o radical Dynamic, decidi voltar para o Efficiency. Guiando de forma comedida, ao aliviar o pé do pedal do acelerador a função “Roda Livre” entra em ação e desconecta o motor da transmissão, privilegiando melhores níveis de consumo e de emissões. Mas não pense que o A5 Sportback é um carro feito só para o motorista. Aliás, ele recebe muito bem os seus passageiros. Quem viaja atrás, agora encontra 2,4 cm a mais de espaço para os joelhos, comparado ao antecessor. Entretanto, assim como no Mercedes C 250 Coupé Sport, as pessoas de alta estatura podem raspar a cabeça no teto devido ao caimento da coluna C. O A5 Sportback mudou, sim, mas sem perder a essência do primeiro modelo, com linhas desenhadas por Walter de Silva. Ainda é uma opção mais arrojada que os sedãs e oferece um toque da versatilidade das station wagons.


Ficha técnica:

Audi A5 Sportback Ambition Plus

Preço básico (AT): R$ 268.900
Carro avaliado: R$ 309.170
Motor: 4 cilindros em linha 2.0, 16V, turbo, injeção direta e indireta, duplo comando continuamente variável, válvulas com variação de abertura, start-stop
Cilindrada: 1984 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 252 cv a 5.500 rpm de 5.000 a 6.000 rpm
Torque: 37,7 kgfm de 1.600 a 4.500 rpm
Câmbio: automatizado, dupla embreagem, sete marchas
Direção: elétro-mecânica
Suspensões: MacPherson (d) e multilink (t)
Freios: discos ventilados (d/t)
Tração: integral
Dimensões: 4,733 m (c), 1,843 m (l), 1,386 m (a)
Entre-eixos: 2,824 m
Pneus: 225/50 R17
Porta-malas: 480 litros
Tanque: 58 litros
Peso: 1.470 kg
0-100 km/h: 6s*
Velocidade máxima: 250 km/h Consumo cidade: 9,3 km/l
Consumo estrada: 11,9 km/l
Emissão de CO2: 131 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: B (extra grande)