Avaliação: Chevrolet Camaro SS Coupé é o doce veneno da brutalidade

O Chevrolet Camaro SS na versão fechada Coupé mescla brutalidade com altas doses de emoção ao volante. Um esportivo prazeroso de guiar e sem turbolag

0
301
Chevrolet Camaro SS Coupé
Foto: Roberto Assunção

O Chevrolet Camaro é um daqueles esportivos conectados ao motorista. Um carro sensorial, seja pela dinâmica quanto pela sonoridade borbulhante do propulsor V8 6.2 naturalmente aspirado. Após avaliarmos a variante conversível do Chevy (confira aqui), no final do ano passado, agora chegou o momento de andar no Coupé.

+ Confira quanto custa manter o Chevrolet Onix Turbo até os 100.000 km
+ Chevrolet Bolt EV e Bolt EUV ganham preparação de carro de polícia nos EUA
+ Elétrico Chevrolet Bolt vira viatura policial no ES
+ Policia Civil de SP incorpora viaturas Chevrolet Trailblazer blindadas

Ele cobra R$ 403.000 e é mais barato frente ao “irmão” descapotável (R$ 451.300). Ambos à venda em nosso mercado unicamente na configuração SS. Lá nos Estados Unidos, estão disponíveis opções equipadas com motores de quatro cilindros 2.0 turbo, V6 3.6 “aspiradão” e o selvagem V8 6.2 com Supercharged, reservado ao ZL1, que descarrega 659 cv de potência e 89,86 kgfm de torque.

Sob o capô, o V8 6.2 com injeção direta do Chevrolet Camaro SS está associado ao câmbio automático de dez marchas – também presente no arquirrival Ford Mustang – para produzir 461 cv de potência, mas é o torque de 62,9 kgfm a 4.400 rpm, que arrancam gargalhadas ao mesmo tempo que derrete sem esforços os largos pneus traseiros de medidas 275/35 ZR20.

Patada no peito 

Visceral nas reações, aqui os números de desempenho são entregues sem atrasos, pois não há turbolag (aquele atraso antes de o turbo encher). Portanto, é cutucar o pedal do acelerador para ser catapultado à frente junto da traseira destracionando. Com 1.705 kg (1.800 kg no conversível), a relação peso-potência é de 3,69 kg/cv e de 3,90 kg/cv, respectivamente.

Embora bruto o Chevrolet Camaro SS não prega peças ao motorista transmitindo saídas de traseira facilmente corrigidas por motoristas experientes graças a boa comunicabilidade da caixa de direção assistida eletricamente. Ou seja, basta aplicar um contraesterço para colocar ordem na casa. As suspensões do Chevrolet Camaro SS são do tipo MacPherson na dianteira e multilink atrás. E elas possuem uma calibração firme, porém, não ao ponto de incomodar em nosso asfalto esburaco.

Com 4,784 m de comprimento e 1,897 m de largura, o Chevrolet Camaro SS seduz pela capacidade de serpentear. Afinal, a dianteira aponta com facilidade nas curvas e um dos méritos da boa dinâmica vem da plataforma Alpha, a qual é compartilhada com alguns modelos da Cadillac, como o ATS e o CTS. Antigamente, o Chevrolet Camaro utiliza a base Zeta, desenvolvida pelo braço australiano da GM, a Holden, e empregada tanto no Holden Commodore quanto no Pontiac G8, por exemplo.

Chevrolet Camaro SS Coupé
Frente longa e traseira curta: de para-choque a para-choque, o Chevrolet Camaro SS mede 4,784 m de comprimento (Foto: Roberto Assunção)

Estão disponíveis quatro modos de condução: passeio, esporte, pista e neve. Eles alteram determinados parâmetros do veículo, como as respostas do motor/transmissão e da direção, para citar. No uso cotidiano, o mais indicado é o Passeio por deixar o Chevrolet Camaro SS mais amigável no trânsito. Já no mais radical Pista, as reações ficam intempestivas e o volante firme ao esterço em baixas velocidades.

Nas mudanças de marchas realizadas em rotações mais elevadas são emitidos “pipocos”  pelas duas saídas de escape e as trocas sequenciais podem ser realizadas pelas borboletas atrás do volante ou na própria alavanca.

Aliás, não ache que por ser um “Veoitão” naturalmente aspirado o consumo será de arrancar os cabelos. Ao contrário, o motor de oito cilindros em “V” desliga quatro cilindros em situações de condução branda permitindo até cravar boas médias urbanas de 8 km/l, na cidade, sem trânsito e dirigindo com o pé leve no pedal do acelerador.

Para conter o ímpeto do Chevrolet Camaro SS os freios são da prestigiada Brembo com quatro pistões nas quatro rodas, além de ainda oferecer oito airbags (frontais, laterais, de cortina e de joelhos para o condutor/carona), os controles eletrônicos de tração/estabilidade, assistência de frenagem de urgência e o isofix para fixação de bancos infantis.

Chevrolet Camaro SS Coupé
As rodas são de 20″ e deixam aparentes os freios da Brembo. O pneus dianteiros possuem medidas 245/40 ZR20 (Foto: Roberto Assunção)
Interior conectado

A altura da carroceria de 1,349 m (de 1,346 m no conversível) não resulta em uma cabine claustrofóbica e os 2,812 m de entre-eixos proporcionam apenas um espaço suficiente para quem viaja atrás. À frente dos olhos do condutor está o longo capô e a visibilidade traseira é ligeiramente melhor, assim como o isolamento acústico comparado ao Chevrolet Camaro SS conversível. Um ponto negativo está no ponto cego criado pela coluna “C”.

Ficou faltando os práticos sensores de estacionamento frontais, mas a câmera de ré e os sensores traseiros ajudam nas manobras/balizas. Uma outra câmera encontrada na antena barbatana de tubarão transmite as imagens para o retrovisor interno – uma solução já aplicada na variante conversível e no elétrico Bolt.


A lista de comodidades inclui o Head-Up Display (HUD), que transmite no para-brisas informações úteis ao motorista, como a velocidade, além do Chevrolet Camaro SS ainda ter multimídia MyLink de 8” com Android Auto/Apple CarPlay sem fio – igual na S10/Trailblazer, no Tracker, no Onix/Onix Plus – sistema de áudio da Bose e teto solar elétrico – no Chevrolet Camaro SS conversível são necessários 15 segundos para abrir/fechar a capota de lona. Já o porta-malas é de 257 litros contra 207 do Chevrolet Camaro SS conversível.

Chevrolet Camaro SS Coupé
O porta-malas da versão fechada Coupé é de 257 litros (Foto: Roberto Assunção)

O esportivo ainda ganhou o Wi-Fi “nativo” permitindo conectar até sete dispositivos simultaneamente. Outra comodidade é o OnStar, o qual oferece alertas de diagnóstico, notificação de manutenções/revisões, serviços de emergência/recuperação veicular, comandos remotos, concierge e localização em tempo real, para citar.

Seja na carroceria Coupé quanto na variante conversível, o Chevrolet Camaro SS é um dos raros carros à venda no Brasil capaz de proporcionar uma dirigibilidade irrepreensível ministrada por um empolgante V8 aspirado – e sem a utilização de turbocompressor.


FICHA TÉCNICA
Chevrolet Camaro SS Coupé
Preço básico: R$ 403.000
Carro avaliado: R$ 403.000
Emissão de CO2: 186 g/km
Nota do Inmetro: E
Com etanol: zero
Chevrolet Camaro SS Coupé
Motor: oito cilindros em “V” 6.2, 16V, injeção direta, desativação de cilindros
Cilindrada: 6162 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 461 cv a 6.000 rpm
Torque: 62,9 kgfm a 4.400 rpm
Câmbio: automático sequencial, dez marchas
Direção: elétrica
Suspensão: McPherson (d) e multilink (t)
Freios: discos ventilados (d/t)
Tração: traseira
Dimensões: 4,784 m (c), 1,897 m (l), 1,349 m (a)
Entre-eixos: 2,812 m
Pneus: 245/40 ZR20 (d) e 275/35 ZR20 (t)
Porta-malas: 257 litros
Tanque: 72 litros
Peso: 1.705 kg
0-100 km/h: 4s2
Velocidade máxima: 290 km/h
Consumo cidade: 6,2 km/l
Consumo estrada: 9,9 km/l
Nota do Inmetro: D
Classificação na categoria: E (esportivo)

Mais na Motor Show

+ Ford lança serviço de carros por assinatura com Ranger e Territory
+ Confira 5 perguntas e respostas sobre leilão de carros apreendidos
+ Veja 5 hatches potentes usados pelo preço de um Volkswagen Gol 1.0 0km
+ Porsche bate outro recorde em Nürburgring; veja o vídeo
+ Com apenas 254 km, milésima Toyota Tacoma será leiloada
+ Veja quanto custa manter uma Chevrolet S10 até os 100.000 km

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel