Avaliação: Chevrolet S10 Flex 4×4 é valente e muito mais barata que a versão a diesel

A Chevrolet S10 LTZ Flex 4x4 pode atender aos consumidores que não fazem questão da força do diesel tampouco rodam muito, seja na cidade, seja na estrada

Chevrolet S10 LTZ Flex 2021
Foto: Roberto Assunção

Na maioria dos casos, quem compra picape média opta pela motorização a diesel. Mesmo assim, esta Chevrolet S10 4×4 Flex LTZ não deixa de ser levada em consideração por R$ 179.490. Este é um valor parelho ao da Toyota Hilux SRV 4×4 AT, que custa a partir de R$ 164.490, mas está prestes a debutar uma nova geração. Veja aqui todos os preços e versões da nova S10.

A linha 2021 do utilitário da Chevrolet chegou neste ano e nós já avaliamos a configuração topo de linha High Country (iniciais R$ 223.090). Entre as mudanças estéticas desta versão LTZ Flex, destaque para a nova grade do radiador, com duas barras cromadas e a “gravatinha” do fabricante crescida, o para-choque frontal redesenhado, as capas dos retrovisores/maçanetas cromados e o faróis com luzes de circulação diurna (DRL). 


Outros detalhes de estilo/funcionalidade aparecem nas rodas de 18″ vestidas por pneus de medidas 265/60 emprestadas da antiga configuração High Country, o rack de teto, o santantônio e a capota marítima. A caçamba comporta até 1.061 litros e a abertura da tampa facilitada pelo pequeno amortecedor. Um acessório de concessionária, instalado na extremidade capaz de minimizar o peso da peça no momento da abertura. As lanternas são halógenas ao invés de LED da configuração High Country 2021.

Interior

O acesso ao interior é facilitado pelo estribo lateral e a cabine exibe os bancos revestidos em couro cinza (o do motorista ajustável eletricamente), áreas macias ao toque no painel e os comandos bem posicionados à mão. Também estão presentes o rebatimento elétrico dos retrovisores, os sensores de chuva/crepuscular, o ar-condicionado digital, a partida remota pela chave e o multimídia MyLink3 com tela de 8” e Android Auto/Apple CarPlay.

Ainda falando de conectividade, o equipamento também possui o Wi-Fi nativo, que segundo o fabricante, permite conectar até sete dispositivos. Durante nossa convivência com a picape média, o sistema não oscilou e funcionou muito bem, seja nos trajetos urbanos quanto rodoviários. Outra comodidade está no serviço de concierge OnStar.

+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Até 3.000 km de aulas: como é tirar a CNH ao redor do mundo
+ Avaliação: Porsche Taycan Turbo S é um míssil “terra-ar” elétrico
+ Viagem de carro: seis roteiros para curtir o “novo normal”

Na hora de estacionar o utilitário de 5,361 m facilitam a vida do motorista os sensores de estacionamento dianteiro/traseiro e a câmera de ré com linhas guias. Ainda coopera a leveza ao esterço proporcionada pela direção assistida eletricamente. Embora a coluna seja regulável apenas em altura. Já quem viaja atrás dispõem de bom espaço para as pernas/joelhos por conta dos mais de 3 metros de entre-eixos.

Dirigibilidade 

Sob o capô, a Chevrolet S10 4×4 Flex LTZ  traz o motor de quatro cilindros 2.5 16V Ecotec Flex associado ao câmbio automático de seis marchas produz até 206 cv de potência e torque de 27,3 kgfm, quando abastecido com etanol. Esse conjunto convence quem não faz questão da força do diesel tampouco roda muito. Agrada pela suavidade de funcionamento e o baixo ruído, assim como o bom casamento da caixa automática ao propulsor.

Entretanto, na estrada é necessário pressionar mais o pedal do acelerador para ganhar/retomar a velocidade. Dependendo da situação, a transmissão muda da sexta para a quarta para cooperar no fôlego nos trajetos rodoviários. Quem preferir pode realizar trocas sequenciais pela alavanca.

Foto: Roberto Assunção

Dirigindo a 100 km/h, no modo 4×2 (também estão disponíveis o 4×4 e 4×4 com reduzida), o ponteiro do conta-giros repousa nas 1.750 rpm, enquanto a 120 km/h a agulha marca 2.250 rpm. Durante nossa avaliação e rodando com gasolina no tanque, o computador de bordo informou um consumo médio urbano de 8,6 km/h, enquanto rodoviário variou de 10,2 e 12km/l trafegando entre 100 e 120 km/h.

As suspensões são macias e a Chevrolet S10 transmite pouco “pula-pula” descarregada ao passar pelas irregularidades do piso. Ou seja, com bom controle de carroceria permite até contornar as curvas mais rapidamente transmitindo uma boa dose de equilíbrio. No quesito segurança, o pacote é formado por seis airbags (frontais, laterais e de cortina), controles eletrônicos de tração/estabilidade, monitoramento da pressão dos pneus, assistente de descida, além dos alertas de faixa e de colisão/pedestres com frenagem automática (atua entre velocidades de 8 a 80 km/h.

Por conta do motorista distraído à nossa frente, que acelerou e freou repentinamente durante uma saída de semáforo, o sistema foi acionado e a tecnologia se mostrou bastante eficiente. Em suma, os brasileiros que apreciam a robustez e a dirigibilidade das picapes médias encontram nesta Chevrolet S10 4×4 Flex LTZ uma boa alternativa com a valentia da tração 4×4, mas sem o custo alto do motor a diesel.


FICHA TÉCNICA

Chevrolet S10 LTZ Flex 2021 
Preço básico R$ 179.490
Carro avaliado R$ 179.490

Motor: quatro cilindros em linha 2.5,16V, duplo comando variável (admissão/escape)
Cilindrada: 2457 cm3
Combustível: flex
Potência: 197 cv a 6.300 rpm (g) e 206 cv a 6.000 rpm (e)
Torque: 26,3 kgfm (g) e 27,3 kgfm a 4.400 rpm (g/e)
Câmbio: automático sequencial, seis marchas
Direção: elétrica
Suspensões: Independentes, braços sobrepostos (d) e eixo rígido (t)
Freios: discos ventilados (d) e tambor (t)
Tração: 4×2, 4×4 e 4×4 com reduzida
Dimensões: 5,361 m (c), 1,874 m (l), 1,786 m (a)
Entre-eixos: 3,096 m
Pneus: 265/60 R18
Caçamba: 1.061 litros
Tanque: 80 litros
Peso: 1.934 kg
0-100 km/h: 9s5 (e)
Velocidade máxima: 163 km/h (e)
Consumo cidade: 7,4 km/l (g) e 5,0 km/l (e)
Consumo estrada: 9,0 km/l (g) e 6,2 km/l (e)
Emissão de CO2: 170 g/km com etanol = 0 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: D (Picape)

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel