Avaliação: Fiat Pulse tem potencial para vender muito

O Fiat Pulse marca tanto a estreia da marca no segmento de SUVs compactos quanto a da mecânica três cilindros 1.0 turbo com transmissão continuamente variável (CVT)

Fiat PulsePrimeiro SUV da marca totalmente fabricado e concebido no Brasil, o Fiat Pulse, conhecido inicialmente por “Progetto 363”, enfim chega ao mercado – depois de anos em que a marca deixou o “caminho livre” para o crescimento dos SUVs da Jeep, dentro da estratégia global do grupo – antes FCA, agora Stellantis “O fato de chegarmos depois nos atribuiu a oportunidade de estudar os rivais do segmento e as necessidades de cada tipo de cliente”, diz Herlander Zola, diretor de brand Fiat e operações comerciais.

Construído na plataforma MLA (Modular Architecture), que usa 87% de aços de alta e ultra-alta resistência, a novidade traz as tão apreciadas qualidades deste tipo de carroceria, como a maior altura em relação ao solo, a posição de dirigir elevada e a versatilidade de poder rodar no asfalto ou enfrentar um fora de estrada light. São cinco versões, com preços entre R$ 80 mil e R$ 116 mil.

O Fiat Pulse mede 4,099 m de comprimento, com 1,774 m de largura, 1,579 m de altura e 2,532 m de entre-eixos, enquanto o porta-malas possui capacidade para 370 litros – o Volkswagen Nivus, seu principal rival, tem 4,266 m, 1,757 m e 1,493 m, respectivamente, com entre-eixos de 2,566 m e porta-malas de 415 litros. O novo SUV compartilha as folhas de portas/teto com o hatchback Argo, mas tem personalidade própria. Os destaques de design estão no desenho da grade frontal, no capô alto, nos faróis de LED conectados por um aplique e nas proteções laterais. A traseira alargada exibe lanternas tridimensionais e há opção de teto bitom. A palheta trouxe os novos tons cinza Strato e azul Amalfi.

Fiat Pulse
Baseado no Fiat Argo, o Pulse se transforma em SUV com a adoção de um capô mais alto e para-choques mais encorpados, ganhando uma personalidade própria (as lanternas e a tampa traseira também mudam bem). O friso entre os faróis dá ao novo SUV um ar de maior sofisticação

+Avaliação: Hyundai Creta 2022 arrisca no visual, mas se destaca pelo motor
+Teste especial: VW Golf GTI 2022 e sua fórmula mágica (teste na pista e todas as gerações comparadas)
+Avaliação: Volvo XC40 vira SUV elétrico com bom custo-benefício e pegada de esportivo
+Comparativo de SUVs: Jeep Compass vs. VW Taos e Toyota Corolla Cross
+Avaliação: Ao volante da nova geração do Audi A3 Sportback
+MOTOR SHOW 441: Audi RS e-tron GT, Ford Mustang Mach 1, VW Golf GTI, Volvo XC40 elétrico e muito mais

Ao abrir a porta, a qualidade dos materiais lembra a vista no “primo” Jeep Renegade, e a ergonomia é beneficiada pelos comandos bem posicionados, pelos bancos confortáveis e dotados de pronunciadas abas laterais, pelo novíssimo volante de boa empunhadura e pelo quadro de instrumentos digital, que pode ser customizado em três modos de visualização (Econômetro, Sport e Performance), além de informar a rota do navegador GPS.

O sistema multimídia com Android Auto e Apple CarPlay – ambos com conexão sem fio –, dependendo da configuração pode ter tela flutuante de 8.4” ou de 10,1”. E, agora, o sistema Connect Me tem integração tanto com a Alexa quanto a Google Assistente, assim como com a CART, a plataforma de marketplace da Stellantis. Já o áudio Fiat Sound System é composto por quatro alto-falantes e dois tweeters, totalizando 150W RMS de potência sonora.

Quem viaja atrás encontra espaço apenas suficiente para as pernas, por conta dos tímidos 2,532 m de entre-eixos, e a área para os ombros no banco traseiro, com três adultos de estatura mediana, é limitada. Um pênalti do Fiat Pulse está na coluna ajustável em profundidade apenas na versão topo de linha Impetus 200 Turbo (avaliada aqui).

Já entre os itens de segurança, estão disponíveis, dependendo da versão, quatro airbags (frontais e laterais), vetorização de torque e até sistemas mais sofisticados, como comutação automática do farol alto, frenagem automática de emergência e alerta de mudança involuntária de faixa.

Fiat Pulse
A lateral mostra forte semelhança com a do Argo: mais que um SUV original, feito do zero, ele é uma boa transformação de hatch em SUV

Enfim, o turbo

Sob o capô, são duas opções de motor e duas de transmissão. O Fiat Pulse pode vir com o quatro cilindros 1.3 ou o novo tricilíndrico 1.0 turboflex de até 130 cv e 200 Nm (20,39 kgfm) de torque (que será usado também por outros modelos da marca). O primeiro vem associado à caixa manual de cinco marchas, na configuração Drive 1.3 MT (R$ 79.990), ou à inédita transmissão CVT (continuamente variável) com sete marchas simuladas na opção Drive 1.3 AT (R$ 89.990). Esta nova transmissão aparece também nas configurações mais caras, Drive Turbo 200 (por R$ 98.990), Audace Turbo 200 (R$ 107.990) e Impetus Turbo 200 (R$ 115.990).

Ao volante do Pulse Impetus Turbo 200, notamos um feliz casamento do motor três cilindros com injeção direta e turbocompressor com wastegate eletrônica e sistema MultiAir III (controle mais eficiente das válvulas de admissão) com o câmbio CVT. É um SUV que anda com desenvoltura, transmitindo progressividade, com um conjunto que garante acelerações e retomadas muito espertas. Outro bom atributo está nos baixos níveis de vibrações produzidas em marcha lenta – e, segundo a Fiat, a unidade 1.0 turbo flex já está de acordo com as normas do Proconve L7.

O programa Sport, que é acionado por meio de uma tecla vermelha no volante, deixa o comportamento do SUV ainda mais ágil, e quem desejar uma pitada de esportividade pode fazer trocas de marcha sequenciais pelas aletas atrás do volante ou pela alavanca. A direção elétrica é rápida ao esterço e as suspensões são elogiáveis, pois mostram uma evolução do conjunto do Argo, com calibração das molas e amortecedores que proporcionam uma dinâmica bacana para um SUV: ele aponta a dianteira com facilidade e minimiza a rolagem da carroceria nas curvas contornadas mais rapidamente.

O comportamento do Pulse não agradou apenas no asfalto, mas também no fora de estrada. Embora com tração dianteira, ele possui o sistema TC+ (controle de tração avançado) e até encara um off-road leve graças aos ângulos de entrada de 20,4º, de saída de 31,6º, a altura mínima do solo de 19,6 cm. No Fiat Argo Trekking 1.3, as medidas são 21°, 31,1º e 18,7 cm, respectivamente. Contudo, “ainda que disputem um mesmo segmento, possuem propostas diferentes”, explica Zola (apesar das semelhanças, o Argo é considerado um hatch aventureiro e o Pulse, um SUV compacto).

Será que a novidade vai conquistar os brasileiros? Predicados ele possui muitos, e a estratégia com preço e porte um pouco menores do que os da maior parte da concorrência deve levar a bons resultados. Prepare-se para ver este Fiat na lista dos SUVs mais vendidos do país.

Fiat Pulse Impetus 200 Turbo

Preço básico R$ 79.990
Carro avaliado R$ 115.990

Motor: três cilindros em linha 1.0, 12V, comando variável de tempo e abertura das válvulas (MultiAir), turbo, injeção direta
Cilindrada: 999 cm3
Combustível: flex
Potência: 125 cv (g) e 130 cv (e) a 5.750 rpm
Torque: 200 Nm a 1.750 rpm (g/e)
Câmbio: automático continuamente variável (CVT), sequencial, sete marchas simuladas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,099 m (c), 1,774 m (l), 1,579 m (a)
Entre-eixos: 2,532 m
Pneus: 205/50 R17
Porta-malas: 370 litros
Tanque: 47 litros
Peso: 1.237 kg
0-100 km/h: 9s7 (g) e 9s4 (e)
Velocidade máxima: 187 km/h (g) e 189 km/h (e)
Consumo cidade: 12 km/l (g) e 8,5 km/l (e)
Consumo estrada: 14,6 km/l (g) e 10,2 km/l (e)
Emissão de CO2: 100g/km*
Com etanol = 0 g/km
Consumo nota: B
Nota do Inmetro: B*
Classific. na categoria: B (Médio) *

MAIS NA MOTOR SHOW:

+ Qual é a melhor versão do Jeep Compass 2022?
+ JAC Motors lança a primeira van de passageiros 100% elétrica no Brasil
+ Cinco dias, 126 km e só dois litros de gasolina: Volvo S60 Recharge mostra que híbrido plug-in é o carro ideal
+ Fiat Pulse chega a 9 mil reservas; entregas podem demorar até 3 meses
+ Apps da BMW e Mini permitem agendar manutenções em concessionárias
+ Toyota lança linha 2022 da Hilux no Brasil; confira os preços
+ Veículo autuado tem 15 dias para ser regularizado antes de remoção
+ Ayrton Senna ganha ‘estátua’ que celebra 1ª vitória no GP do Brasil; veja o preço
+ Estapar fecha acordo para aquisição da Zul Digital
+ Crise dos chips: BMW tira touchscreen nos EUA; veja os modelos afetados
+ Lembra do Astra? Conheça o modelo 2022, que acaba de sair na Inglaterra
+ Leilão da Receita Federal: Corvette (2008) é um dos destaques