Avaliação: Fiat Strada Hard Working CD é para o passeio e o trabalho

A Fiat Strada Hard Working cabine dupla é voltada ao trabalho, mas essa versão oferece a mais a versatilidade de poder levar até cinco ocupantes

Fiat Strada Hard Working Cabine Dupla (Foto: Divulgação)

Não é novidade que a Fiat Strada de 1998 para cá viveu de atualizações visuais, técnicas e de conteúdos. Enquanto a nova geração não chega (leia mais no blog Papo de Garagem, de Douglas Mendonça), avaliamos a configuração Hard Working Cabine Dupla. Com preço a partir de R$ 64.890, ela oferece de série ar-condicionado, direção hidráulica com coluna ajustável em altura, protetor de cárter e logotipo na tampa da caçamba. Entre os opcionais ofertados em pacotes estão: capota marítima, faróis de neblina, rodas de liga leve de aro 14”, porta-óculos, vidros/travas elétricas, janelas traseiras corrediças, sensores de estacionamento, soleira de porta com inscrição Hard Working, rádio com CD-player, Bluetooth, com duas entradas USB e uma auxiliar. Completa, custa R$ 69.655. Além dessa configuração, a família Hard Working também possui configurações com cabine simples (R$ 54.090) ou estendida (R$ 61.390).

Só para comparar, a Saveiro Robust cabine dupla básica tem preços de R$ 59.290 ou R$ 65.663 quando equipada com chave canivete, vidros/travas elétricos, condicionador de ar e direção hidráulica – sendo esses dois últimos de fábrica na Strada. Já quem quer uma opção maior, a Renault Duster Oroch Express sai por R$ 68.150. 

Fiat Strada Hard Working Cabine Dupla (Foto: Divulgação)

Equipada com o motor 1.4 EVO Flex de 85/88 cv (gasolina/etanol), a veterana Strada não faz feio, transmitindo um bom comportamento. Embora menos potente frente ao 1.6 de 101/104 cv da Saveiro Robust, o torque privilegia as baixas rotações. Entretanto, não merecem aplausos o curso longo e os engates pouco precisos da alavanca de câmbio, além da direção hidráulica pesada ao esterço. As suspensões robustas são um grande atributo da Strada. O eixo rígido na traseira possibilita uma capacidade de carga de 650 kg, enquanto a Saveiro traz eixo de torção podendo levar até 623 kg. A caçamba da Strada possui 680 litros e a da Saveiro, 580.    

A versatilidade fica pela possibilidade de levar até cinco ocupantes. A terceira porta ajuda no acesso e quem viaja atrás encontra um espaço razoável para as pernas. O entre-eixos de 2,718 m é ligeiramente inferior ao da Saveiro (2,752 m). E é preciso cuidado ao desembarcar para não enroscar o pé no cinto de segurança. Como já dissemos, a Strada pede uma repaginada. No entanto, ela continua acertando em cheio na robustez e em outros pontos. Tanto é que, no acumulado deste ano (de janeiro a novembro) são 47.967 unidades emplacadas, segundo a Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), enquanto a Saveiro cravou 39.141.


Ficha Técnica

Fiat Strada Hard Working Cabine Dupla
Preço básico: R$ 64.890
Carro avaliado: R$ 69.655
Motor: 4 cilindros em linha 1.4, 8V
Cilindrada:  1368 cm³
Combustível: flex
Potência: 85 cv a 5.750 rpm (g) e 88 cv a 5.750 rpm (e)  
Torque: 12,4 kgfm a 3.500 rpm (g) e 12,5 kgfm a 3.500 rpm (e)
Câmbio: manual, cinco marchas
Direção: hidráulica
Suspensões: MacPherson (d) e eixo rígido (t)
Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração: Dianteira
Dimensões: 4,438 m (c), 1,664 m (l), 1,580 m (a)
Entre-eixos: 2,718 m
Pneus: 175/70 R14
Caçamba: 680 litros
Tanque: 58 litros
Peso: 1.178 kg
0-100 km/h: 12s4 (e)
Velocidade máxima: 173 km/h (e)
Consumo cidade: 10,8 km/l (g) e 7,4 km/l (e)
Consumo estrada: 12,3 km/l (g) e 8,5 km/l (e)
Nota do Inmetro: B (carga derivado)

 

Veja também

+ A biblioteca básica do motociclista cool

+ Tomografia revela que múmias egípcias não são humanas

+ Homem compra Lamborghini após fraude em auxílio emergencial

+ Restaurar um carro: quanto custa e quanto ele pode valorizar