Avaliação: Hyundai HB20S é um coreano que é tudo de bom

O Hyundai HB20S com motor 1.6 e câmbio automático de seis marchas entrega qualidade por um preço justo e tem conjunto mecânico superior

Diante do carisma, beleza e ousadia do HB20 hatch, o Hyundai HB20S (de sedã) sempre foi um pouco ofuscado. Afinal, não apenas na marca coreana, mas em todas as outras, o porta-malas saliente dos carros de três volumes tira um pouco da beleza do conjunto. O mesmo ocorre com o HB20S em relação ao HB20. Mesmo assim, com 9.610 emplacamentos de janeiro a abril, ele é responsável por 22,8% das vendas da linha. O HB20S é atualmente o sexto sedã mais vendido do Brasil e o quarto em sua categoria, atrás do Chevrolet Prisma (17.756), do Volkswagen Voyage (12.003) e do Toyota Etios (9.667).


Fomos investigar se havia alguma coisa errada com o HB20S para ele perder posições no ranking (no ano passado, ele ficou em segundo lugar). Para isso, fizemos uma avaliação da versão topo de linha, que custa R$ 61.115 e é equipada com motor 1.6 aspirado e transmissão automática de seis velocidades. As outras versões do HB20S são a 1.0 de entrada (R$ 50.065), a 1.0 Turbo (R$ 54.615) e a 1.6 com câmbio manual (R$ 56.615). Devolvemos o carro com a convicção de que não há nada de errado com o HB20S – muito pelo contrário.

Considerando a versão avaliada, seu câmbio automático é superior ao do Voyage Highline 1.6 I-Motion (R$ 63.760) e também ao do Etios 1.5 Platinum AT4 (R$ 68.590). Dos concorrentes diretos, só o Prisma tem câmbio automático de seis marchas, mas seu motor é 1.4 (a versão LTZ do Chevrolet custa R$ 67.050). Com uma transmissão que trabalha em perfeita sintonia com o motor flex de 122/128 cv (gasolina/etanol), o HB20S 1.6 anda muito bem na estrada. E agrada também na cidade, pois seus 16,0/16,5 kgfm de torque proporcionam força suficiente para os 1.086 kg.

Assim como o hatch, o sedã coreano oferece uma dirigibilidade agradável. O volante é leve, o ruído a bordo é relativamente baixo e o acabamento é de boa qualidade. Os bancos são de couro (com airbags laterais). O ar-condicionado é automático digital. Visualmente, o HB20S se diferencia do HB20 pela grade frontal com borda e aletas cromadas, além de frisos nos vidros laterais que se estendem até a coluna C. Também é digna de elogios a central multimídia blueMedia, que conta com Car Link (Samsung e LG) e com Apple CarPlay (iPhone).


Ficha técnica:

Hyundai HB20S 1.6AT

Preço básico: (1.6) R$ 56.615
Carro avaliado: R$ 71.175
Motor: 4 cilindros em linha 1.6, 16V, duplo comando variável
Cilindrada: 1591 cm3
Combustível: flex
Potência: 122 cv a 6.000 rpm (g) e 128 cv a 6.000 rpm (e)
Torque: 16,0 kgfm a 4.500 rpm (g) e 16,5 kgfm a 5.000 rpm (e)
Câmbio: manual, cinco marchas
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d)e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,230 m (c), 1,80 m (l), 1,470 m (a)
Entre-eixos: 2,500 m
Pneus: 185/60 R15
Porta-malas: 450 litros
Tanque: 50 litros
Peso: 1.086 kg
0-100 km/h: 11s0 (g) e 10s6 (e)
Velocidade máxima: 187 km/h (g) e 191 km/h (e)
Consumo cidade: 10,7 km/l (g) e 7,7 km/l (e)
Consumo estrada: 12,6 km/l (g) e 9,6 km/l (g)
Emissão de CO2: 117 g/km
Nota do Inmetro: B
Classificação na categoria: B (Médio)

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel