Avaliação: Land Rover Discovery Sport HSE ficou ainda melhor

Novo motor Ingenium turbodiesel deixa o Land Rover Discovery Sport ágil para o dia a dia, entregando 60 cavalos a mais com tecnologia da casa

18612

Quando se fala Land Rover a primeira imagem é um carro de luxo que, embora tenha aptidão off-road, dificilmente enfrentará lama. Mas isso não será problema no Discovery Sport, que está mais potente e mais divertido até no dia a dia. Ele adota novos motores da família Ingenium, de fabricação própria, abandonando o antigo propulsor Ford – herança de quando o fabricante dos EUA era proprietário da marca britânica. Esses motores já estão presentes no Jaguar XE e no Evoque, devendo chegar a toda a linha em breve.

Há opções a gasolina, pouco procuradas no Discovery Sport, e turbodiesel, que representam quase 90% das vendas do SUV. Avaliamos a versão HSE diesel, que custa R$ 289.900 – a mesma configuração a gasolina sai por R$ 248.400. O motor 2.0 turbodiesel desenvolve 240 cv e 50,9 kgfm frente aos 180 cv e 43,8 kgfm do antecessor. Em um carro de 1.896 kg, a relação peso/potência foi de 9,9 kg/cv para 7,9 kg/cv. Ou seja, espere um SUV esperto ao guiar. As respostas de aceleração e retomada são bem rápidas, ajudadas pelo câmbio automático de nove marchas com funcionamento suave e ágil. Se o motorista quiser pode fazer mudanças manualmente nas borboletas atrás do volante. Vale a pena curtir a alavanca que se retrai ao desligar o carro e sobe ao ligá-lo.

A direção elétrica é precisa, mas um pouco pesada em baixas velocidades. Já a suspensão é bem macia ao rodar, mas as rodas de 19” com pneus de perfil baixo fazem com que os ocupantes sintam a mínima imperfeição no asfalto. Pelo menos não há comprometimento da estabilidade do SUV. Falamos de off-road, então eis os seus atributos: tração integral, Terrain Response (quatro tipos de piso), controle de descida, assistente de partida em rampa, altura do solo de 211 mm, travessia de áreas alagadas de até 600 mm, ângulo de ataque de 23,4° e de saída de 31°.

A versão HSE vem superequipada, com sistema de som Meridian de 380W e central multimídia com tela de 10” e navegador integrado. Abertura do porta-malas por gesto, dois assentos extras, rodas aro 20 e teto em preto são opcionais. No geral, o luxo e o conforto permanecem, com um toque extra de agressividade no novo motor.


Ficha técnica:

Land Rover Discovery Sport HSE

Preço básico: R$ 246.500
Carro avaliado: R$ 289.900
Motor: 4 cilindros em linha, 2.0, 16V, turbo, injeção direta, start-stop
Cilindrada: 1999 cm³
Combustível: diesel
Potência: 240 cv a 4.000 rpm
Torque: 50,9 kgfm a 1.500 rpm
Câmbio: automático sequencial, nove marchas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (d) e multilink (t)
Freios: disco ventilado (d) e disco sólido (t)
Tração: integral
Dimensões: 4,599 m (c), 2,069 m (l), 1,724m (a)
Entre-eixos: 2,741 m
Pneus: 235/55 R19
Porta-malas: 981 litros
Tanque: 54 litros
Peso: 1.896 kg
0-100 km/h: 7s5
Vel. máxima: 204 km/h
Consumo cidade: 10,2 km/l
Consumo estrada: 12,2 km/l)
Emissão de CO²: 180 g/km
Nota do Inmetro: D
Classificação na categoria: B (Fora de Estrada)

blog comments powered by Disqus