Avaliação: JCW Clubman é um Mini esportivo para uso familiar

Mesmo com cinco portas e perfil que mistura hatch médio e station wagon, o JCW Clubman tem tudo para agradar com os seus 306 cv de potência

Mini JCW Clubman
Mini JCW Clubman (Divulgação)

A Mini iniciou nesta segunda-feira (11) às vendas do John Cooper Works Clubman All4 no mercado brasileiro. Com preço de tabela de R$ 219.990, a variação esportiva da station wagon da marca estreia com mudanças no visual e passa a ser a única configuração disponível para o Clubman por aqui.

Apresentada na Europa em abril, a reestilização foi bastante leve, com a adoção de novas tomadas de ar no capô e para-choques, faróis de LED adaptativos e lanternas traseiras com disposição de luzes que remetem à bandeira britânica.

Aliás, station wagon é uma definição que não cabe muito bem ao Clubman. Embora a tampa do porta-malas dupla e de abertura lateral dê ao modelo um ar de modelo de carga, a própria Mini prefere tratá-lo como um sportback (definição dada a modelos hatch com perfil de perua). E as dimensões do Clubman (4,266 m de comprimento e entre-eixos de 2,670 m) fazem com que ele seja menor até do que o novo BMW Série 1, hatch com o qual divide a plataforma UKL2.

Controvérsias à parte, o Mini Clubman segue como opção aos fãs do Mini “tradicional”, porém com mais espaço para levar a família. No interior, o clima é o mesmo do hatch de três portas, com destaque para o quadro de instrumentos minimalista (que tem altura ajustável junto com a coluna de direção) e o console central recheado de botões. Mas as dimensões são típicas dos hatches médios e o porta-malas leva bons 360 litros.

A cara de modelo premium do JCW Clubman é amplificada por itens como a iluminação em LED nas maçanetas e na cabine, e por mimos como o logo “Mini” que se projeta no solo ao abrir a porta do motorista. Já os bancos esportivos tem forração em couro e Alcântara e são bastante confortáveis, embora não tenham ajustes elétrico.

A lista de equipamentos traz como destaque itens como rodas de 18″ com pneus run-flat, ar-condicionado automático de duas zonas, seletor de modos de condução, teto solar panorâmico, tampa do porta-malas com abertura motorizada e por sensores, Head-Up Display e som premium Harman Kardon. O único opcional é o sistema de estacionamento automático Parking Assistant.

Já o propulsor é o mesmo usado no Mini John Cooper Works, porém calibrado para desenvolver 306 cv e sempre combinado ao câmbio automático de oito marchas e ao sistema de tração integral All4. Com esse conjunto, o JCW Clubman acelera de 0-100 km/h em 4,9 segundos e atinge 250 km/h de velocidade máxima (limitada eletronicamente).

No breve contato que tivemos com o modelo na pista do autódromo da Fazenda Capuava, em Indaiatuba (SP), pudemos comprovar a aptidão esportiva do sportback da Mini. Mesmo com a tração integral, o Clubman não é tão equilibrado e previsível como um esportivo “puro”, receita que diferente do que possa parecer faz com que o modelo seja bem divertido de guiar e seja bem agradável para os fãs dos hatches esportivos.

COUNTRYMAN DE 306 CV
Mini JCW Countryman (Divulgação)

Além do Clubman, a Mini apresentou também a linha 2020 do John Cooper Works Countryman. Na comparação com o carro testado pela MOTOR SHOW no ano passado, o destaque principal do SUV da marca britânica é o novo motor 2.0 TwinPower Turbo de 306 cv. Versão de topo do modelo, sai por R$ 239.990.


FICHA TÉCNICA

Mini John Cooper Works Clubman
Motor: 4 cilindros em linha 2.0, 16V, comando variável, válvulas continuamente variáveis, turbo, injeção direta, start-stop
Cilindrada: 1998 cm3
Combustível: gasolina
Potência: 306 cv a 5.000 rpm
Torque: 45,9 kgfm de 1.750 a 4.500 rpm
Câmbio: automático, oito marchas, trocas sequenciais
Direção: elétrica
Suspensões: McPherson (d) e multilink (t)
Freios: ventilado (d) e sólido (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,266 m (c), 1,800 m (l), 1,441 m (a)
Entre-eixos: 2,670 m
Pneus: 225/40 R18
Porta-malas: 360 litros
Tanque: 48 litros
Peso: 1.550 kg
0-100 km/h: 4s9
Velocidade máxima: 250 km/h
Consumo cidade: 11,6 km/l*
Consumo estrada: 14,9 km/l*
Nota do Inmetro: não participa
Emissão de CO2: 161 g/km*
Nota do Inmetro: não participa
Com etanol: não é flex
*na Europa