Avaliação: Peugeot 5008 une design, conforto e muito espaço

O Peugeot 5008 chega para ser o maior SUV do fabricante francês à venda no País. Espaço interno e vantagens para a família numerosa não lhe faltam

O Peugeot 5008 podia ser chamado de 3008 Plus ou 3008+2. Afinal, ele tem a qualidade dos acabamentos e a sofisticação do 3008 (confira aqui a avaliação), mas com ainda mais espaço. Porque embora sejam visualmente semelhantes e compartilhem a plataforma, o grande diferencial do 5008 está nos 20 cm a mais de comprimento (4,641 m) que permitem levar dois ocupantes extras. E o interior é definitivamente o ponto alto desse SUV de sete lugares projetado para as grandes famílias. As amplas portas, que ainda contam com bom ângulo de abertura, facilitam o acesso. Assim como no 3008, a cabine do 5008 também seduz em cheio pelo design, pelos ótimos materiais e alguns mimos, como os bancos dianteiros dotados de cinco modos de massagem.

A segunda fileira oferece três assentos rebatíveis/ajustáveis em distância individualmente com isofix para a fixação de cadeirinhas infantis, além de assoalho plano, mesinhas do tipo avião, cortinas nas janelas e saída de ar – permite regular somente a velocidade do vento. Aliás, os 2,840 m de entre-eixos – mesma medida do compatriota Citroën Grand C4 Picasso – garantem espaço para as pernas e os joelhos dos passageiros traseiros. Lá atrás, na terceira e última fileira, dois adultos de estatura mediana desfrutam de uma área razoável, apesar de ser cansativo em viagens longas. Os dois bancos sobressalentes, quando não utilizados, ficam escondidos sob o assoalho ou podem ser removidos (cada um pesa apenas 11 kg). Em um SUV desse porte, o porta-malas é de suma importância e o do 5008 acomoda 780 litros ou 1.940 litros com o rebatimento dos assentos. Só faltou uma tampa motorizada no compartimento de bagagens (além de incomodar a sua baixa altura quando aberta).

Independentemente do tamanho e da pegada familiar, o 5008 oferece prazer de dirigir. Afinal, ele traz o eficiente motor 1.6 turbo de 165 cv de potência e 24,5 kgfm de torque entregues a partir de baixíssimas 1.400 rpm. O câmbio automático ajuda no desempenho e ainda permite mudar sequencialmente as seis marchas pelas borboletas atrás do volante. Não é um conjunto focado na esportividade, porém agrada pela rapidez nas respostas, seja nas mudanças ou nas reduções. Outro destaque do Peugeot 5008 está no isolamento acústico e no bom nível de silêncio interno.

Todo esse bem estar a bordo tem a cooperação das suspensões confortáveis. Não tão dinâmico quanto o 3008, o Peugeot 5008 até contorna bem as curvas sem deixar a carroceria inclinar muito, além de filtrar/absorver bem as imperfeições do asfalto. Dependendo do piso, é possível escutar o barulho da rolagem dos largos pneus de aro 19”. Em segurança, o novo SUV da Peugeot possui o pacote que estreou recentemente no 3008 Griffe Pack (R$ 154.990), com frenagem automática de emergência, detector de fadiga, assistente de farol alto, alerta e assistente de manutenção em faixa, piloto automático adaptativo e alerta de ponto de cego. Agora, com a chegada do 5008, a Peugeot completa sua gama de SUVs à venda no Brasil, atualmente composta pelo já comentado 3008 e pelo 2008, exatamente como acontece na Europa.


Ficha técnica:

Peugeot 5008 Griffe Pack THP

Preço básico: R$ 157.490
Carro avaliado: R$ 166.490
Motor: 4 cilindros em linha 1.6, 16V, injeção direta, turbo
Cilindrada: 1598 cm³
Combustível: gasolina
Potência: 165 cv a 6.000 rpm
Torque: 24,5 kgfm a 1.400 rpm
Câmbio: automático, seis marchas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d) e disco sólido (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,641 m (c), 1,906 m (l), 1,646 m (a)
Entre-eixos: 2,840 m
Pneus: 235/50 R19
Porta-malas: 780 litros (1.940 litros com rebatimento dos bancos)
Tanque: 56 litros
Peso: 1.632 kg
0-100 km/h: 10s5
Velocidade máxima: 206 km/h
Consumo cidade: 9,5 km/l
Consumo estrada: 12,1 km/l
Emissão do CO²: 129 g/km
Nota do Inmetro: C
Classificação na categoria: C (utilitário esportivo grande)