Avaliação: Volvo XC60 Polestar é um híbrido poderoso

Volvo XC60 Polestar

Se a Mercedes-AMG é a divisão de esportivos da Mercedes-Benz, a Polestar Engineered, que faz este novo Volvo XC60 Polestar Engineered, adiciona um veneno extra aos carros da Volvo.


Fundada em 1996, com o nome de Flash Engineering, foi à época a responsável por liderar a equipe da Volvo no Swedish Touring Car Championship (Campeonato Sueco de Carros de Turismo) – os títulos foram conquistados nos anos de 1996 e 1997 utilizando um 850 Super Touring.

Em 2009, nasceu o Volvo C30 Polestar Concept.Um hot hatch de 405 cv e tração integral que acelera de 0-100 km/h em 4,6 segundos. O S60 Polestar foi o primeiro modelo de produção, ainda em 2013, enquanto o V60 Polestar foi o primeiro comercializado globalmente.

A empresa foi comprada pela Volvo em 2015, e, em 2017, passou a se dedicar a esportivos eco-friendly. Atualmente, a Polestar é propriedade da Volvo Car Group e sua controladora, a Geely. E enfim temos no Brasil o XC60 T8 Polestar, que complementa a gama junto com as configurações Momentum (R$ 280.950), R-Design (R$ 331.950 – leia avaliação) e a top de linha Inscription (R$ 331.950). Ele sai por R$ 361.950.

O CARRO

A estética do Volvo XC60 Polestar é um show à parte: para-choques exclusivos, grade do radiador e grades inferiores em preto brilhante, logos alusivos à versão e belíssimas rodas de aro 22 que deixam aparecer as pinças de freios da marca Akebono pintadas de dourado.

+Avaliação: com preço de Toyota RAV4, Volvo XC40 híbrido faz 25 km/l na cidade
+Jeep Compass vs. Ford Territory e Chevrolet Equinox (comparativo)
+Avaliação: novo Peugeot 208 e a questão das prioridades

Toda essa beleza externa é replicada na cabine escurecida, com acabamento irretocável, bancos esportivos, volante com borboletas de alumínio (mesmo material das pedaleiras), áudio da Harman Kardon e cintos de segurança dourados. A alavanca de câmbio é “normal”, no lugar da de cristal feito à mão da Orrefors, que é vista no XC60 Inscription.

Volvo XC60 Polestar
As rodas aro 22 Deixam aparecer as pinças douradas da Akebono

O quadro de instrumentos totalmente digital tem tela de 12,3”, enquanto o sistema multimídia Sensus Connect de 9” possui conectividade com Android Auto/Apple CarPlay. Embora seja fácil de operar, o motorista precisa desviar muito os olhos da estrada para selecionar uma estação de rádio ou ajustar a temperatura do ar-condicionado.
Esportividade + condução híbrida.

SUSPENSÃO AJUSTÁVEL

À direita, o ajuste fino do conjunto de suspensão com amortecedores com válvulas de fluxo duplo esportiva da sueca Öhlins

Mas o melhor do Volvo XC60 Polestar são as suspensões com molas mais firmes e amortecedores da Öhlins. Eles têm válvula de fluxo duplo, permitindo um ajuste fino, que abaixam ou elevam a carroceria de 10 a 15 mm. O tuning pode ser realizado de forma independente para a dianteira e para a traseira, e também estão presentes batentes e barras estabilizadoras exclusivos.

Mais durinho se comparado aos “irmãos”, o Volvo XC60 Polestar Engineered seduz pela dinâmica apurada para um SUV. O conjunto filtra e absorve as irregularidades do piso de forma magnífica, e nenhum ruído do trabalho das suspensões é ouvido na cabine. Aliás, palmas para o excelente isolamento acústico do interior.

A MECÂNICA

O motor 2.0 combina turbina e compressor mecânico, e está associado a uma transmissão automática de oito marchas e a um propulsor elétrico alimentado por bateria de íons de lítio. No total, são 412 cv e 65,2 kgfm. O Volvo XC60 Polestar arranca sorrisos do motorista pela agilidade, e, segundo a Volvo, atinge 100 km/h em 5,3 segundos. Nada mal para um modelo com mais de duas toneladas!

Os modos de condução disponíveis são: Pure (alcance 100% elétrico de 40 km), Hybrid (uso cotidiano), Constant AWD (tração integral), Off-Road (pisos irregulares), Individual e Polestar Engineering – que “apimenta” alguns parâmetros como respostas do motor e do câmbio, atuação dos freios e rigidez da direção.

CONSUMO

Com a bateria do Volvo XC60 Polestar completa e no programa Hybrid, marcamos durante nossos testes um consumo urbano de 45 km/l, – mas por um curto período, pois a eletricidade acaba logo. Depois, começando com 50% de carga, marcamos 19,2 km/l; após esgotada a bateria (que será raro para quem tiver o carro), foram 11 km/l.

Em desacelerações e frenagens, a energia é recuperada para carregar a bateria e tentar manter a sua carga. E, na hora de abastecer, o tempo para “encher o tanque” é de três horas em tomadas de 220V e 16A. É possível recarregar a bateria usando o motor térmico (mas aí o consumo foi a 5,5 km/l).

SEGURANÇA

Para mais segurança, o Volvo XC60 Polestar  tem o City Safety, sistema de frenagem automática que evita/mitiga colisões contra veículos, pedestres, ciclistas e animais. Ainda há controlador de velocidade adaptativo (ACC), assistente de direção Pilot Assist e alertas de mudança involuntária de faixa, de colisão frontal e de pontos cegos. Completa o pacote o recurso de Mitigação de Pista Oposta, que aciona a frenagem automática para diminuir os danos em uma colisão frontal.

Volvo XC60 T8 Polestar Engineered

Preço básico R$ 361.950
Carro avaliado R$ 361.950

Motores: quatro cilindros em linha 2.0, 16V, turbo, compressor volumétrico, injeção direta, start-stop + elétrico
Cilindrada: 1969 cm3
Combustível: gasolina + bateria
Potência: 320 cv a 5.700 rpm + 87 cv = 412 cv
Torque: 40,8 kgfm a 2.200 rpm + 24,5 kgfm = 65,3 kgfm
Câmbio: automático, oito marchas
Direção: elétrica
Suspensões: braços sobrepostos (d) e multilink (t)
Freios: discos ventilados (d/t)
Tração: integral híbrida, sob demanda
Dimensões: 4,688 m (c),1,902 m (l), 1,658 m (a)
Entre-eixos: 2,865 m
Pneus: 265/35 R22
Porta-malas: 468 litros
Tanque: 70 litros
Peso: 2.174 kg
0-100 km/h: 5s3
Vel. máxima: 230 km/h
Consumo cidade: 19,2 km/l
Consumo estrada: 20 km/l
Emissão de CO2 67 g/km
Consumo nota A
Nota do Inmetro: A
Classificação na categoria: A (SUV Grande 4×4)

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel