Avaliação: VW Polo 1.6 MSI apela para a racionalidade

Veja como anda a versão intermediária do VW Polo, com motor 1.6 MSI e câmbio manual de cinco marchas

Depois de conferir o conteúdo das versões (clique aqui) e a avaliação do VW Polo Highline 200 TSI (veja mais), agora chegou a vez de conhecer as qualidades da versão 1.6 MSI de iniciais R$ 54.990. E como o próprio nome diz, ela traz sob o capô um motor de quatro cilindros 1.6 16V MSI de 110/117 cv de potência. Esse propulsor já é empregado, por exemplo, nas Saveiro Cross CE e CD e no Golf Comfortline 1.6 MSI, Entretanto, no Polo aparecem três cavalos de potência e 0,3 kgfm de torque a menos, com etanol.

É uma diferença imperceptível, que não atrapalha em nada o fôlego do Polo. Aliás, sua condução prazerosa é assegurada pela boa dose de força a partir de baixos giros. E o bom escalonamento do câmbio manual de cinco marchas coopera, além de oferecer engates macios, leves e precisos. Essa versão pesa 1.083 kg frente os 1.058 kg do Polo 1.0 MPI e os 1.147 kg das versões turbinadas 200 TSI (Comfortline e Highline).  

Não só bom de guiar, como as suspensões do Polo 1.6 MSI possuem uma boa calibração no meio termo entre macias e firmes garantindo equilíbrio no contorno de curvas, enquanto a direção elétrica oferece respostas rápidas tanto ao esterço quanto no retorno. Já os freios progressivos usam discos ventilados na dianteira e tambor atrás. Um pormenor do Volks está, dependendo da velocidade, na incidência do vento sobre a carroceria. Entretanto, nada que atrapalhe ou roube o conforto acústico dos ocupantes. E falando em bem estar a bordo…

A boa impressão do Polo também é estendida ao habitáculo. Apesar dos acabamentos abusarem de plásticos duros, eles são de qualidade, texturizados e as peças são bem encaixadas. Os comandos ficam bem posicionados à mão contribuindo na ergonomia, porém, faltam os retrovisores elétricos e a coluna ajustável em altura/profundidade, que beneficiaria a já boa posição de dirigir — os bancos abraçam e acomodam bem o corpo apesar dos trilhos ficarem aparentes. Em contrapartida, essa versão possui quatro airbags (dois frontais e dois laterais). Aliás, na última rodada de testes do Latin NCap, o Polo recebeu pontuação máxima ao conquistar cinco estrelas na proteção de adultos e de crianças (confira aqui).  Quem viaja atrás encontra bom espaço para as pernas e os joelhos, além do banco traseiro trazer o isofix para a fixação de cadeirinhas infantis.

Como já dissemos, o VW Polo 1.6 MSI parte de R$ 54.990 e dois pacotes opcionais estão disponíveis, que só podem ser pedidos separadamente. O Safety Pack (R$ 1.050), com computador de bordo, controles eletrônicos de tração/estabilidade e bloqueio eletrônico do diferencial. E o Connect Pack (R$ 2.600) incluindo esses itens e mais rodas de liga leve de 15” vestidas por pneus 185/65, volante multifuncional e central multimídia Composition Touch com App Connect. Só faltou um Volkswagen Polo 1.6 MSI automático, que encurtaria  a lacuna de preços entre ele e a versão Comfortline 200 TSI (R$ 65.190). Talvez essa seja uma cena do próximo capítulo do Polo no mercado brasileiro.

FICHA TÉCNICA

Volkswagen Polo 1.6 MSI
Preço básico: R$ 54.990
Carro avaliado: R$ 57.590
Motor: 4 cilindros em linha 1.6, 16V
Cilindrada: 1598 cm3
Combustível: flex
Potência: 110 cv a 5750 rpm (g) e 117 cv a 5750 rpm (e)
Torque: 15,8 kgfm a 4000 rpm (g) e 16,5 kgfm a 4000 rpm (e)
Câmbio: manual, cinco marchas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (d) eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,057 m (c), 1,751 m (l), 1,468 m (a)
Entre-eixos: 2,565 m
Pneus: 185/65 R15
Porta-malas: 300 litros
Tanque: 52 litros
Peso: 1.083 kg
0-100 km/h: 9s9 (g) e 9s6 (e)
Velocidade máxima: 189 km/h (g) e 193 km/h (e)
Consumo cidade: 8,2 km/l (e) e 12,0 km/l (g)
Consumo estrada: 9,5 km/l (e) e 13,9 km/l (g)
Nota do Inmetro: B (estimada)
Classificação na categoria: A