Avaliação: VW Polo 1.0 MPI é um compacto exemplar

O Polo 1.0 MPI é o que todo hatch compacto deveria ser. Por isso, não é barato: custa R$ 5.000 a mais que um Gol com a mesma mecânica. Um investimento que vale a pena!

65544

Depois de avaliar o VW Polo nas versões 1.0 turbo e 1.6, chegou a hora de ver o que ele oferece na configuração de entrada, com o 3 cilindros aspirado. Devemos dizer: mais que a média. Então se você está pensando em comprar um hatch compacto – um Gol, por exemplo, para ficar na mesma marca – sugerimos considerar esse Polo. Porque se um Gol Trendline, adicionando o som, custa R$ 44.698, o Polo MPI sai por R$ 49.990 (já com o som). E se a diferença pode parecer grande, talvez esse sejam os R$ 5.000 mais bem gastos de sua vida.

Afinal, por esse valor extra (R$ 5.292, para ser exato) você leva, para começo de conversa, um carro maior, quase médio. O Polo é 16 cm mais longo, 9,5 cm mais largo e tem 10 cm a mais de entre-eixos que o Gol, além de um porta-malas 15 litros maior. A vantagem no porte se deve à plataforma global MQB – responsável também pelo alto nível de segurança. Além de uma estrutura forte, há cinto de segurança traseiro central de três pontos, airbags laterais e controle de tração. Tudo de série, o que lhe ajudou com a tirar cinco estrelas no Latin NCAP para adultos e crianças (o Gol teve três e duas, respectivamente, e no padrão antigo, menos rigoroso).

Se isso não é suficiente para convencê-lo a gastar (ou financiar) o valor adicional, veja o que você ainda leva a mais: rodas aro 15 (14 no Gol), alarme, faróis de refletores duplos, isofix, vidros traseiros elétricos, abertura interna do tanque, luz no porta-malas, computador de bordo, parassóis iluminados, luzes de leitura e maçanetas e retrovisores “na cor”. E ainda tem opção de, por R$ 1.080, somar assistente de partida em rampa, controle de estabilidade (ESP) e bloqueio do diferencial (por mais R$ 1.590, ainda leva a central multimídia com Android/CarPlay, volante multifunção e rodas de liga, como na unidade avaliada/fotografada).

Se o conjunto motriz é o mesmo do Gol – motor 1.0 e câmbio de cinco marchas –, a calibração é diferente. As suspensões garantem mais conforto sem prejudicar a dinâmica e a direção elétrica é mais leve em manobras e precisa em velocidade (no Gol é hidráulica). Ao volante, é incrível a disposição do Polo, mesmo 1.0. Claro que carregado ele sente mais as subidas, e não desenvolve na estrada como um 1.6, mas está longe da sensação de falta de força dos antigos “mil”. Até por ter três cilindros, o torque aparece cedo (pico a 3.000 rpm), e o câmbio (que engates!), graças à elasticidade do motor, requer poucas trocas na cidade (onde, segundo o Inmetro, roda ótimos 12,9 km/l com gasolina).

Do que você abre mão? Bem, o Polo é um pouco mais pesado, então em vez de acelerar de 0-100 km/h em 12s3, leva 13, e as retomadas são ligeiramente mais lentas. Ah, e curiosamente o Gol tem mais cromados na cabine (mas o acabamento simples demais do Polo, que incomoda na versões caras, aqui, considerando o preço, agrada). E acaba aí. Comprando o Polo, portanto, você leva bem mais do se cobraria como opcionais pelos itens extras em relação ao Gol. E ainda tem um hatch muito superior em espaço, segurança e dirigibilidade. O Polo é, enfim, um compacto exemplar, como se fosse um Gol perfeito. E se isso tem um preço, não é tão alto assim.


Volkswagen Polo 1.0 MPI

Preço básico: R$ 49.990
Carro avaliado: R$ 54.150
Motor: 3 cilindros em linha 1.0, 12V, comando variável
Cilindrada: 999 cm³
Combustível: flex
Potência: 75 cv a 6.250 rpm (g) e 84 cv a 6.350 rpm (e)
Torque: 9,7 kgfm a 3.000 rpm (g) e 10,4 kgfm a 3.000 rpm
Câmbio: manual, cinco marchas
Direção: elétrica
Suspensões: MacPherson (d) e eixo de torção (t)
Freios: disco ventilado (d) e tambor (t)
Tração: dianteira
Dimensões: 4,057 m (c), 1,751 m (l), 1,468 m (a)
Entre-eixos: 2,5650 m
Pneus: 185/65 R15
Porta-malas: 300 litros
Tanque: 52 litros
Peso: 1.058 kg
0-100 km/h: 13s3 (g) e 13s0 (e)
Velocidade máxima: 166 km/h (g) e 170 km/h (e)
Consumo cidade: 12,9 km/l (g) e 8,8 km/l (e)
Consumo estrada: 14,3 km/l (g) e 10 km/l (e)
Emissão de CO²: 98 g/km
Nota do Inmetro: A
Classificação na categoria: A (Médio)

blog comments powered by Disqus