Bem-vindo, câmbio de oito marchas!

Um Jeep Grand Cherokee é sempre um Jeep Grand Cherokee: luxuoso, espaçoso e potente. Tais atributos são evidentes também nesta versão a diesel. Oferecido somente na topo de linha Limited, o “cuore” do utilitário esportivo vem da italiana VM Motori. O bloco V6 3.0 turbodiesel com injeção common-rail e tecnologia MultiJet II (da Fiat) equipa o SUV desde o início do ano passado. A grande notícia é que agora ele é associado a um novo câmbio automático de oito marchas da ZF. 


Ao volante, dependendo da carga no pedal do acelerador, as marchas são passadas em 1.000 rpm e também é possível andar na cidade com a oitava já engatada. Tudo em prol da economia – segundo a Jeep, cou 10% melhor na comparação com o antigo modelo de cinco marchas. Pelo computador de bordo conseguimos médias de 11 km/l na cidade. Isso porque o Eco Mode prioriza sempre a marcha mais alta, além de alterar a calibração do acelerador e de diminuir a marcha lenta. Mais econômico, sim, mas o Grand Cherokee não esquece de oferecer um tempero esportivo, graças à boa potência e ao torque abundante em baixa rotação.

Para elevar os ânimos podem ser feitas trocas sequenciais pelas borboletas do volante. Caso o motorista esqueça de mudar a marcha, o câmbio troca sozinho a 4.000 rpm. As suspensões independentes garantem ao SUV uma boa dinâmica – apesar do seu porte avantajado e do peso superior a duas toneladas. Agora, se a ideia é o fora de estrada… o Grand Cherokee aguenta o tranco! O carro tem tração 4×4 Full-Time Quadra Trac II e o Select Terrain com cinco modos (areia, lama, automático, neve e pedra). Outro recurso é o Select-Speed, um sistema que comanda a velocidade do carro sem a necessidade de o motorista pisar nos pedais do acelerador e do freio (com os controles de subida e descida ligados). O belíssimo visual recém-reformulado harmoniza-se com o interior igualmente novo. A cabine oferece muito espaço para as pernas e a cabeça dos ocupantes. O quadro de instrumentos com tela LCD permite con gurar quais informações serão exibidas. A central multimídia tem monitor de 8,4”. Quem viaja atrás dispõe de tomadas USB e do encosto do assento reclinável em 12°. A lista de comodidades traz tampa do portamalas com abertura e fechamento elétrico, câmera de ré e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro. Apesar de tudo isso, o freio de estacionamento continua sendo acionado com o pé. Em segurança, o jipão tem assistente de saída em rampas, controle de estabilidade, auxílio de frenagem, controle de oscilação de reboque, sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, freios com ABS e EBD, airbags e outros itens. Essa receita num carro a diesel de 241 cv – com novo visual e câmbio automático de oito marchas – justi-fica o preço de R$ 234.900. O carro é ótimo. Quanto ao preço, você decide!

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel