Carros elétricos mais vendidos do Brasil em 2020: confira o ranking e veja todos os elétricos à venda hoje

Confira os carros elétricos mais vendidos do Brasil em 2020: Audi e-tron lidera o ranking, seguido de Chevrolet Bolt, Nissan Leaf e Jaguar I-Pace

Foto: Divulgação

O Blog Sobre Rodas obteve a lista dos carros elétricos mais vendidos em 2020. Enquanto em 2019 ela foi liderada pela Caoa Cherry Arrizo 5e, este ano o líder de vendas foi o estreante Audi e-tron, seguido de Chevrolet Bolt, Nissan Leaf e Jaguar I-Pace (este, rival direto do e-tron: comparamos os dois há pouco; leia aqui). No outro extremo da lista, os modelos elétricos menos vendidos foram o JAC iEV60 e o BYD E5, com apenas uma unidade cada.


O mercado de carros elétricos no Brasil ainda é pequeno, devido aos poucos incentivos e isenção de impostos ofertados, mas vem crescendo aos poucos. Das 559 unidades em 2019, passamos a 857 em 2020: um crescimento de 53,3%, em um mercado que, afetado pela pandemia, caiu 26%. Ou seja, o aumento provavelmente teria sido muito maior sem a crise.

Enquanto em 2019 tivemos 16 modelos diferentes totalmente elétricos emplacados, em 2020 a oferta subiu para 20 modelos — incluindo aí os de importação independente, como os modelos da americana Tesla. Confira abaixo os 20 modelos, e quais foram os carros elétricos mais vendidos. Os dados são da Bright Consulting.

+ Carros híbridos mais vendidos do Brasil em 2020: Toyota e Volvo dominam quase 90% do mercado

OS CARROS ELÉTRICOS MAIS VENDIDOS DO BRASIL

1) Audi e-tron (a partir de R$ 531.990)

O Audi e-tron é o primeiro elétrico da Audi, e estreou em 2020, importado da Bélgica. Chegou primeiro na versão “normal”, com carroceria de SUV/crossover (acima), em maio, e, depois, na versão SUV-Cupê, com o nome e-tron Sportback (abaixo), em setembro.

As vendas das duas carrocerias diferentes foram agrupadas, o que poderia ser considerado um “truque” para se sair melhor no ranking, mas mesmo que fossem separadas, o Audi e-tron teria sido líder: foram emplacadas 133 unidades do SUV e 50 do SUV-cupê.

A avaliação completa do Audi e-tron SUV você pode ler aqui, e a avaliação do Audi e-tron Sportback você vê aqui. Não deixe de conferir também um comparativo do e-tron com o Jaguar I-Pace, que está neste link.

2) Chevrolet Bolt (R$ 260.790)

O modelo da Chevrolet é um hatch/monovolume com bom desempenho e cabine ampla, e ganhou baterias com maior capacidade em 2020. Aparece na segunda colocação dos carros elétricos mais vendidos, com 108 unidades emplacadas em 2020 (contra apenas 7 em 2019). Leia nossa avaliação completa aqui: Avaliação: o elétrico Chevrolet Bolt e o alto preço da vanguarda

3) Nissan Leaf (R$ 220.000)

O Nissan Leaf chegou em 2018, e foi eleito nossa Compra do Ano 2020 na categoria. Em 2020, teve 105 unidades vendidas, quase o mesmo que o Bolt (somando 2019, ganha do rival, pois teve 43 unidades emplacadas naquele ano). Ele oferece tudo que um sedã médio tem, com a vantagem da emissão zero de poluentes. Confira a avaliação completa aqui: Avaliação: o elétrico Nissan Leaf na cidade, na estrada e no cotidiano. Vale a pena?

4) Jaguar I-Pace (R$ 508.950)

O SUV da Jaguar fica no quatro lugar da lista de carros elétricos mais vendidos. Tem mais de 400 cv, como o Audi e-tron, e uma pegada mais esportiva. Porém é menos confortável e versátil para o uso cotidiano. O modelo inglês teve 98 unidades emplacadas em 2020, um pouco mais que as 89 de 2019. Um ótimo resultado. Confira aqui a avaliação completa dele: Avaliação: Jaguar I-Pace vai mudar sua opinião sobre os elétricos

5) BMW i3 (a partir de R$ 253.950)

O veterano dos elétricos no Brasil chegou ainda em 2014, em atitude corajosa da marca alemã. Com um design revolucionário, por fora e por dentro, ele foi também o primeiro elétrico da BMW, pensado para uso urbano.

Ele tem uma versão com um extensor de autonomia (um motor de moto, a gasolina, que carrega a bateria), e depois ganhou uma totalmente elétrica, sem o extensor. Foram 81 unidades em 2020, ante 78 em 2019 (o recorde foi em 2016, com 106 unidades).

A com extensor levou vantagem no ano passado: foram 61 unidades em 2020, contra apenas 20 do 100% elétrico.

6) Renault Kangoo Z.E.

Para transporte de cargas urbano, nada melhor que um carro elétrico: a autonomia é mais que suficiente, o custo é baixo e emissão zero em áreas urbanas é especialmente bem-vinda. A Renault acertou em lançar seu furgão elétrico, que teve 65 unidades emplacadas no ano.

7) JAC iEV40 (R$ 189.900)

A chinesa JAC tem muita experiência em carros elétricos: um de seus modelos serve, inclusive, como base para um Volkswagen na China, onde as marcas têm uma joint-venture. O SUV compacto elétrico iEV40 teve 63 unidades emplacadas em 2020. Leia mais sobre ele e os outros elétricos da JAC aqui.

8) Renault Zoe (a partir de R$ 203.678)

A lista dos carros elétricos mais vendidos segue com o hatch da Renault, que é bom de guiar, mas está um pouco desatualizado. Teve 33 unidades emplacadas em 2020, bem menos que as 104 de 2019. Leia nossa avaliação do Renault Zoe aqui: Avaliação: Dá para conviver com o elétrico Renault Zoe diariamente?

9) JAC iEV20 (R$ 139.900)

O elétrico mais barato do Brasil custa R$ 139.900 e  é um hatch da JAC metido a SUV. lançado no fim de 2019, teve 29 unidades emplacadas no ano passado. Veja nossa avaliação completa aqui: Avaliação: JAC iEV20 – vale a pena comprar o carro elétrico mais barato do Brasil?

10) Mercedes-Benz EQC (R$ 575.000)

O primeiro modelo da submarca marca EQ, da Mercedes-Benz, é um SUV com base do Classe C — equivale ao GLC a combustão e um riva para  Audi e-tron. Porem, vendeu bem menos: foram emplacadas 27 unidades dele em 2020, ficando em décimo lugar na lista de carros elétricos mais vendidos. Veja aqui a nossa avaliação: Avaliação: Mercedes-Benz EQC mostra que a revolução elétrica não assusta

11) BYD ET3

A van de carga da chinesa BYD eT3 é uma concorrente para o Renault Kangoo. Teve 19 unidades emplacadas em 2020. A marca ainda é pouco divulgada e pouco conhecida no Brasil.

12) Tesla Model 3

Marca de automóveis mais valiosa do mundo hoje, a Tesla, do homem mais rico do mundo Elon Musk, não está oficialmente no Brasil. Seus carros chegam por importadores independentes, mal posicionados na lista dos carros elétricos mais vendidos. Do Model 3, concorrente do Chevolet Bolt acima, foram vendidas 11 unidades (2 a menos que em 2019); leia aqui nossa avaliação: Avaliação: Tesla Model 3 surpreende na dirigibilidade

13) Tesla Model Y

Também com importação independente, o SUV compacto Tesla Model Y empatou com Model 3 nas 11 unidades emplacadas. Leia mais sobre ele aqui: Tesla revela o novo SUV Model Y

14) Tesla  Model X

O SUV/crossover grande com portas tipo asa de gaivota teve 8 unidades emplacadas no Brasil em 2020, todas por importação independente. Leia mais a respeito do comiçado modelo aqui: Model X: um crossover com desempenho de superesportivo

15) Porsche Taycan (a partir de R$ 589.000)

O primeiro esportivo 100% elétrico da Porsche nos agradou muito na pista, mas vendeu muito pouco (chegou no fim do ano). Foram emplacadas 5 unidades, sendo uma versão básica, uma da versão 4S, duas da versão Turbo (sim, mesmo elétrico, ele é chamado assim) e duas da versão topo de linha Turbo S, de mais de um milhão, que avaliamos aqui: Teste: por mais de US$ 1 milhão, Porsche Taycan Turbo S é o carro elétrico mais caro do Brasil

16) Tesla Model S

Mais um Tesla que aparece na lista. Ele é oferecido por importadoras independentes, o sedã de luxo Model S é o mais caro deles, e o mais rápido, com 0-100 km/h em menos de três segundos. Em breve, o Audi e-tron GT chega para brigar com ele. Leia mais sobre o sedã da Tesla aqui: Com novas baterias, Tesla Model S acelera de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos

17) JAC iEV 330P (R$ 289.900)

A primeira picape 100% elétrica do mundo chegou ao Brasil, mas parece não ter encontrado muitos interessados (embora pareça uma boa solução para alguns negócios que transportam carga em centros urbanos). Foram emplacadas apenas duas unidades em 2020.

18) Renault Twizy

Mais para moto com cobertura do que para carro, o modelo francês ficou famoso como carro de uma seguradora que circula pela cidade de São Paulo. Depois de emplacar 21 unidades em 2019, foram apenas 2 em 2020. Nós o avaliamos aqui.

19) BYD E5

O sedã da chinesa BYD promete 300 km de autonomia. Mas teve só um emplacamento em 2020, provavelmente pela própria marca. Aparece empatado na lista dos carros elétricos mais vendidos, em último lugar, junto com o JAC abaixo

20) JAC iEV60 (R$ 229.990)

A versão elétrica do JAC T60 teve apenas uma unidade emplacada em 2020. Mas chegou no fim do ano, vamos ver como se sai em 2021.

TABELA COMPLETA DOS CARROS ELÉTRICOS MAIS VENDIDOS DE 2020:

1 AUDI E-TRON 183
2 CHEVROLET BOLT 108
3 NISSAN LEAF 105
4 JAGUAR I-PACE 98
5 BMW i3 81
6 RENAULT KANGOO 65
7 JAC IEV40 63
8 RENAULT ZOE 33
9 JAC IEV 20 29
10 MERCEDES-BENZ EQC 27
11 BYD ET3 19
12 TESLA MODEL 3 11
13 TESLA MODEL Y 11
14 TESLA MODEL X 8
15 PORSCHE TAYCAN 5
16 TESLA MODEL S 5
17 JAC IEV 330P 2
18 RENAULT TWIZY 2
19 BYD E5 1
20 JAC IEV 60 1
TOTAL 857

Veja também

+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Baleia jubarte quase engole duas mulheres em caiaque; veja o vídeo
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel